MENU
BUSCAR
MOGI BASQUETE

Guerrinha sai de quadra e Danilo Padovani volta a assumir posto de técnico

"O basquete de Mogi das Cruzes não acabou. Iremos firme nesta próxima temporada pela paixão da cidade pelo esporte" destacou Danilo, que é 'membro da casa'

Fábio PalodettePublicado em 07/06/2021 às 15:47Atualizado há 8 dias
Foto: divulgação / Mogi Basquete
Foto: divulgação / Mogi Basquete

O mogiano Danilo Padovani acaba de ser anunciado como novo técnico do Mogi das Cruzes Basquete para a temporada 2021/22. Membro 'da casa', ele assume a cadeira de Jorge Guerra, o 'Guerrinha', que não teve contrato renovado com o time em meio a uma série de reestruturações radicais anunciadas na última semana.

Os dois trabalharam lado a lado - Danilo, no posto de assistente - somando conquistas como os  títulos de campeão Sul-Americano e Campeão Paulista em 2016 e Vice do NBB (Novo Basquete Brasil) e da Liga das Américas em 2018. Na temporada 2015/16, Danilo já havia assumido o cargo de técnico principal do time adulto.

Danilo integra a comissão técnica do clube desde 2012. Trabalhou primeiro como auxiliar técnico de Paco Garcia e treinador da equipe sub 22. Na temporada 2015/16, assumiu o cargo de técnico principal do time adulto.

"O basquete de Mogi das Cruzes não acabou. Iremos firme nesta próxima temporada pela paixão da cidade pelo esporte. Joga Junto Mogi é o nome do Projeto a partir de agora e estou muito feliz em fazer parte disso”, finalizou o técnico, Danilo Padovani, em nota divulgada para a imprensa. 

Para O Diário, o Mogi Basquete confirmou que o técnico Guerrinha já encerrou todas suas atividades no clube. O contrato de toda a equipe se encerrou no final de maio último. Questionada sobre outras possíveis saídas, a equipe informa que "as contratações e renovações estão em negociação" e acrescenta que novidades serão divulgadas em breve. 

De fato, ainda na tarde desta segunda-feira (7), foi anunciada a renovação com o armador Fúlvio Chiantia. O atleta de 1,85m é o segundo nome confirmado na equipe mogiana para a reestruturação da temporada 2021/2022.

O armador, que já defendeu a cidade em outras temporadas no passado, foi um dos destaques da equipe no último ano. Pelo NBB (Novo Basquete Brasil), teve médias de 12,4 pontos, 8.9 assistências e 18 de eficiência por jogo. Quatro vezes eleito o Melhor Armador da competição, o jogador está no caminho de sua décima segunda participação no campeonato. Além disso, Fúlvio acumula recordes de mais de 300 jogos e mais de duas mil assistências no NBB.

Mudanças

Na última quarta-feira (2), a Prefeitura de Mogi das Cruzes anunciou o projeto Joga Junto Mogi, uma iniciativa que será desenvolvida em parceria com a equipe de basquete do município e também prevê a reestruturação da modalidade na cidade

Foi falado sobre o futuro do Mogi Basquete, que deverá passar por ampla reestruturação. Questionada sobre os próximos meses, a equipe informa que as prioridades estão em "quitar as dividas, acertar os contratos com os patrocinadores e apresentar os novos projetos futuramente". 

ÚLTIMAS DE Esportes