Entrar
Perfil
APOSENTADO

Ex-campeão mundial de boxe Amir Khan anuncia aposentadoria aos 35 anos

Britânico ganhou 34 nas 40 lutas que disputou e foi medalhista olímpico em 2004

Agência O Globo
13/05/2022 às 14:12.
Atualizado em 13/05/2022 às 14:23

(Imagem: Reprodução / Instagram @amirkingkhan)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
APOSENTADO

Ex-campeão mundial de boxe Amir Khan anuncia aposentadoria aos 35 anos

Britânico ganhou 34 nas 40 lutas que disputou e foi medalhista olímpico em 2004

Agência O Globo
13/05/2022 às 14:12.
Atualizado em 13/05/2022 às 14:23

(Imagem: Reprodução / Instagram @amirkingkhan)

O ex-campeão mundial de boxe Amir Khan anunciou nesta sexta-feira que vai se aposentar do esporte. O lutador britânico de 35 anos teve 34 vitórias em suas 40 lutas e foi medalhista olímpico de prata em 2004, sendo considerado um dos melhores boxeadores de sua geração na Inglaterra.

“É hora de pendurar minhas luvas. Sinto-me abençoado por ter tido uma carreira tão incrível que durou mais de 27 anos. Quero agradecer de coração às equipes incríveis com as quais trabalhei e à minha família, amigos e fãs pelo amor e apoio que me ofereceram", disse o atleta em breve comunicado compartilhado nas redes sociais.

Khan se tornou profissional depois de ganhar uma medalha olímpica aos 17 anos. Em 2009, conquistou o cinturão da Associação Mundial de Boxe do ucraniano Andriy Kotelnyk. Dois anos depois, ganhou o título da Federação Internacional de Boxe, quando derrotou o americano Zab Judah. O reinado terminou no mesmo ano, na luta contra o americano Lamont Peterson.

A carreira de Khan foi finalizada com uma derrota contra o rival de longa data e compatriota Kell Brook em Manchester, em fevereiro deste ano. Na semana passada, Brook também anunciou a aposentadoria.

Polêmica com máscara

No ano passado, o boxeador se envolveu em uma polêmica por conta do uso incorreto de máscara dentro de um voo. Ele relatou nas redes sociais que estava acompanhado de um amigo que foi alvo de uma reclamação por não usar uma proteção fora dos padrões da companhia área, que não oferecia proteção suficiente. Os dois foram retirados do avião.

Na época, a American Airlines alegou à BBC que os passageiros "supostamente se recusaram a atender aos pedidos repetidos de tripulantes para guardar bagagem, colocar telefones celulares em modo avião e cumprir os requisitos de uso de máscara".

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conoscoConteúdo de marcaConteúdo de marca
Copyright © - 2022 - O Diário de MogiÉ proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuído por