ARTIGO

Era das incertezas?

Olavo Câmara

Como sempre estava em paz, chegou à crise da pandemia e me dominou. Passei a não dormir direito como antes. Num destes dias de manhã sai para o trabalho e reparei nas ruas: lindas flores, árvores, o forte brilho do sol e pessoas apressadas. Pensei: “preciso falar com Deus”.

Comecei a raciocinar: já houve era colonial, escravidão, guerras ideológicas (guerra fria), armamentos atômicos, bomba de Hiroshima, vaidades, prepotência dominando autoridades.

Chegou a pandemia e o mundo começou a mudar, trazendo uma nova era de incertezas. Todos terão que se reinventar, tanto na vida pessoal, doméstica e profissional. As aflições são imensas e medo de como se sustentar nesta vida. Uma boa parte mesmo após esta fase continuará trabalhando em home Office, crianças recebendo aulas “on line” e escritório dentro dos lares. É uma nova vida surgindo? Os políticos sem juízo que se preparem para esta nova era. Pensei: “quero voltar a ser criança e retomar meus sonhos de adolescente e jamais desprezarei pessoas e agradecerei todos os dias tudo que a vida me ofertou”. Irei seguir o Mestre Jesus, o Cristo e enviarei a todos os seres humanos doses de amor, pedindo inspiração ao Cósmico, como ensinou a Ordem Rosacruz-Amorc. Quem é então, o meu maior inimigo? Descobri que o meu maior inimigo nesta era de incertezas sou eu mesmo. Terei que ser otimista.

A humanidade usufruindo de tantas tecnologias, o avanço das ciências e a modernização do mundo material trarão novo mundo. Tenho certeza que uma boa parte dos humanos se tomará mais humilde. O sofrimento produz aprendizado. Então escolha: dor ou amor! Nunca se esqueça: “Uma chispa Divina, parte de Deus, habita o interior cada ser humano”.

Olavo Câmara é advogado, professor, mestre e doutor em Direito e Política


Deixe seu comentário