O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) estima que em até no máximo cinco horas do fechamento das urnas, o que ocorrerá às 17 horas do domingo, 15, os resultados das eleições de 2020 serão entregues à população brasileira. A previsão foi confirmada neste sábado, 14, pelo vice-presidente do TSE, ministro Edson Fachin, que participou da cerimônia de verificação de assinaturas do sistema de totalização dos votos.

No domingo, os brasileiros vão às urnas para escolher os prefeitos e vereadores das mais de cinco mil cidades do País. "Tudo está preparado para o dia de amanhã, para que no máximo cinco horas depois do fechamento das urnas, o TSE, com esse transporte direto do que foi depositado pela soberania para totalização aqui, tenha condições de entregar esses resultados em eleições legítimas e normais, como deve ser numa sociedade democrática", disse Fachin.

Neste ano, as eleições vão contar com uma novidade no processo de totalização dos votos. Agora, essa etapa será concentrada no datacenter do TSE, enquanto que nos últimos pleitos o processamento era feito nesses sistemas dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs). Ou seja, houve uma redução de 27 pontos de totalização para um.

"Isso tem várias vantagens, como na questão da economicidade, segurança, gerenciamento, e na agilidade", afirmou neste sábado o secretário de Tecnologia da Informação do TSE, Giuseppe Janino

Segundo Janino, a mudança marca um processo de evolução do sistema. Ele lembrou que antes de a totalização ocorrer nos datacenters dos TREs, o processo ocorreria no âmbito dos cartórios eleitorais, por meio de desktops.

"Temos hoje 2.600 cartórios, então foram reduzidos de 2.600 pontos para 27. E agora estamos reunindo num único ponto", explicou o secretário. Esse sistema foi confirmado como "íntegro e apto" pelo TSE em verificação neste sábado, afirmou Fachin.

Divulgação

Os boletins de urna das eleições de 2020 começam a ser emitidos às 17h deste domingo. O TSE informou que até o dia 18 de novembro deve disponibilizar em seu portal na internet a opção de visualização dos documentos e as tabelas de correspondência efetivadas.

Nesta eleição, o TSE disponibilizou duas ferramentas para acompanhamento do resultado em tempo real: o DivWeb, mais completo; e a plataforma Resultados. Para este último, também há um aplicativo disponível para iOS e Android.

O tribunal também informou que pretende disponibilizar os resultados das votações no seu Repositório de Dados Eleitorais (RDE) até o dia 20 de novembro. Neste sábado, 14, o RDE apresentou problemas ao longo da manhã e não permitiu o download das tabelas já publicadas.

2º turno

Um segundo turno de votação entre os dois candidatos mais votados pode ocorrer nas cidades com mais de 200 mil eleitores. Ao todo, 95 municípios atendem aos critérios, de acordo com o TSE. O calendário oficial prevê realização do segundo turno no dia 29 de novembro, último domingo do mês.