Entrar
Perfil
CINEMA INDEPENDENTE

Produzido por mogianos, filme 'Nunca Estarei Lá' participa de festivais internacionais

Curta-metragem dirigido por Rodrigo Campos esteve no Lobo Festival Internacional de FIlmes, em Brasília; participa, neste momento, do Transforma, Festival de Cinema da Diversidade de Santa Catarina, e estará, em dezembro, no FESTin, ou 13º Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa, que será realizado em Lisboa

Heitor Herruso
19/11/2022 às 15:58.
Atualizado em 19/11/2022 às 16:00

Entre outros temas, filme retrata a questão da tecnologia e a mudança na forma de comunicação entre as pessoas (Divulgação)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
CINEMA INDEPENDENTE

Produzido por mogianos, filme 'Nunca Estarei Lá' participa de festivais internacionais

Curta-metragem dirigido por Rodrigo Campos esteve no Lobo Festival Internacional de FIlmes, em Brasília; participa, neste momento, do Transforma, Festival de Cinema da Diversidade de Santa Catarina, e estará, em dezembro, no FESTin, ou 13º Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa, que será realizado em Lisboa

Heitor Herruso
19/11/2022 às 15:58.
Atualizado em 19/11/2022 às 16:00

Entre outros temas, filme retrata a questão da tecnologia e a mudança na forma de comunicação entre as pessoas (Divulgação)

Lançado no último mês de junho, o curta-metragem 'Nunca Estarei Lá', do diretor mogiano Rodrigo Campos, está vivendo uma boa fase no circuito de festivais. Há poucas semanas, a produção esteve na 14ª edição do  Lobo Festival Internacional de Filmes, realizado em Brasília. Neste momento, é atração do Transforma, Festival de Cinema da Diversidade de Santa Catarina. E tem mais.

No Lobo Fest, 'Nunca Estarei Lá' foi um dos mais de três mil inscritos, ganhando "menção especial" na mostra 'Não Duvide da História', ao lado de 'Sideral', do diretor potiguar Carlos Segundo, que pode representar o Brasil no Oscar.

Também estiveram na mesma programação o premiado 'Céu de Agosto', de Jasmim Tenucci – que recebeu menção especial em Cannes, e 'Andrômeda', de Lucas Gesser, filmado em Brasília e que retrata um drama futurista que trata das relações afetivas de jovens criados na capital.

Produzido por mogianos e gravado em São Paulo, o filme, que também foi selecionado para a Semana Paulistana de Curta-metragem do Centro Cultural SP, conseguiu este espaço por também retratar questões sociais muito pertinentes, divididas em três camadas diferentes.

A primeira delas retrata a questão da tecnologia e a mudança na forma de comunicação entre as pessoas, já a segunda aborda a igualdade racial e de gênero, e a terceira discorre sobre as incertezas e o ódio gratuito permeados pelo período eleitoral de 2018. Clique aqui para ler mais.

Também se interessou por estas temáticas o festival Transforma, que está acontecendo neste momento, com encerramento previsto para este domingo (20). Nesta agenda, além dos filmes, há debates, palestras e discussões com pautas semelhantes, sempre com ingressos gratuitos.

E há, ainda, o FESTin, ou 13º Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa, que será realizado em Lisboa, de 9 à 14 de dezembro. Mesmo sendo realizado em outro país, o evento compartilha as mesmas premissas dos anteriores, provando que 'Nunca Estarei Lá' tem força que se enquadra em objetivos como "fomentar a difusão, a interculturalidade, a inclusão social e o intercâmbio cultural entre os países de língua portuguesa através da realização de um evento comprometido com a divulgação das diferentes culturas e práticas de respeito à diversidade presentes nestes países.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por