Entrar
Perfil
MEMÓRIA

“Perdemos uma das maiores estrelas desse país”, lamenta Dori Boucault sobre Jô Soares

A O Diário, o especialista em direito do consumidor falou da experiência em ter sido entrevistado pelo ídolo da televisão brasileira que faleceu nesta sexta-feira

Mariana Acioli
05/08/2022 às 16:39.
Atualizado em 05/08/2022 às 19:13
Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
MEMÓRIA

“Perdemos uma das maiores estrelas desse país”, lamenta Dori Boucault sobre Jô Soares

A O Diário, o especialista em direito do consumidor falou da experiência em ter sido entrevistado pelo ídolo da televisão brasileira que faleceu nesta sexta-feira

Mariana Acioli
05/08/2022 às 16:39.
Atualizado em 05/08/2022 às 19:13

Dori Boucault, advogado que é especialista no direito do consumidor e atuante em Mogi das Cruzes e região, foi entrevistado no Programa do Jô. Ele se sentou no sofá de um dos grandes talentos da televisão brasileira em junho de 2012 para bater um papo em um dos programas de maior audiência na época, que ficou ao ar durante 17 anos.

Dori Boucault foi entrevistado por Jô Soares em 2012 (Imagem: Reprodução)

“Ele foi uma das maiores estrelas, personalidades da televisão, da cultura e do teatro que o Brasil e o mundo perdeu”, diz emocionado o advogado Boucault sobre a morte do humorista Jô Soares, nesta sexta-feira (5), aos 84 anos.

O especialista falou a O Diário com muito carinho sobre a experiência que viveu junto de um de seus maiores ídolos.

“Antes dessa entrevista eu já acompanhava muito a vida dele em teatro, como ator ou diretor. Ele era um ícone, um gênio, para mim é como se fosse o nosso Charlie Chaplin”, comparou Boucault.

O convite para participar do programa veio quando estava nos estúdios da TV Diário, afiliada da Rede Globo em Mogi das Cruzes. Dori conta que quase não acreditou.

“Quando eu atendi o telefone e a mulher da produtora falou, eu achei que era brincadeira e desliguei. Tenho muitos amigos que costumam fazer imitações, pensei que estavam de gozação”, relembrou com humor.

A ida do advogado aos estúdios da Rede Globo, em São Paulo, para a participação do programa foi uma experiência que ele relata até hoje com certa incredulidade, mas com evidente apreço, tamanha hospitalidade com que foi recebido, além do fato de ver a conversa que deveria ter tomado cinco minutos do programa, se estender para 19, sem intervalos.

“Para mim foi uma das maiores emoções da minha vida poder estar ao lado de uma pessoa tão inteligente, e hoje eu fiquei muito triste, porque ele faz falta. Lembro como ele conduzia a entrevista de modo a deixar a pessoa à vontade e antes de eu ir embora naquele dia, ele disse que me queria de volta lá”, destaca o advogado, lamentando que o segundo encontro nunca tenha acontecido.

“Se eu já gostava dele antes, depois da entrevista passei a gostar muito mais”, compartilha.

Boucault não deixou de relatar as mudanças depois da passagem no programa, sendo reconhecido em diferentes estados do Brasil.

“Depois a minha vida realmente mudou. As pessoas me encontravam e queriam falar comigo, comentando como se divertiram com a entrevista”, comentou, não deixando de mencionar a importância e impacto que o programa teve para o público brasileiro que sente a perda de uma grande personalidade.

Os assuntos que ficaram para o retorno do advogado em uma segunda entrevista com o apresentador Jô Soares serão tema do bate-papo no podcast “Pod Falar, Dori”, nesta terça-feira (9), além de outras homenagens.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por