Entrar
Perfil
PARA OUVIR

Ouça 'Sol em Leão', novo single da rapper mogiana Karen Santana

Artista transforma rimas em protesto e apresenta a "visão da coletividade como uma urgência e necessidade de um modelo de organização mais descentralizado dentro do mercado fonográfico"

O Diário
02/08/2022 às 14:54.
Atualizado em 02/08/2022 às 14:57
Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
PARA OUVIR

Ouça 'Sol em Leão', novo single da rapper mogiana Karen Santana

Artista transforma rimas em protesto e apresenta a "visão da coletividade como uma urgência e necessidade de um modelo de organização mais descentralizado dentro do mercado fonográfico"

O Diário
02/08/2022 às 14:54.
Atualizado em 02/08/2022 às 14:57

O novo lançamento da rapper mogiana Karen Santana traz a visão da "coletividade como uma urgência" e "necessidade de um modelo de organização mais descentralizado dentro do mercado fonográfico e na dinâmica da própria vida". O "corre individual e paralelo" de cada é o que inspira o single 'Sol em Leão'.

Ninguém é leão sozinho, e por isso, a revolução solar sugerida por Karen - que aparece sempre usando uma máscara do animal-título no clipe - é abrangente, disruptiva e sexual. Um período de transição onde as identidades são exaltadas rumo a um levante "coletivo e brilhante".

Misturando rap e astrologia e pensando em uma cena mais horizontal, a artista imprime a visão de que "as máscaras são aquelas que escolhemos usar em nossos roteiros para fortalecimento de nossas personas, temporárias e brincantes - numa honestidade lúdica, simbólica e poderosa, todos somos seres híbridos nessa celebração".

Ninguém é leão sozinho, e por isso, a revolução solar sugerida por Karen - que aparece sempre usando uma máscara do animal-título no clipe - é abrangente, disruptiva e sexual (Divulgação - Brígida Martins e Rogério Assunção)

Desde o primeiro álbum solo, 'Poderes de Évora', Karen Santana vem trazendo produções de muita bagagem lírica e musical. Ela tem a facilidade de se expressar pela da escrita e apresenta musicalidade única e sensível.

'Sol em Leão' é uma destas poesias que visitam muitos lugares e convida o ouvinte a embarcar em uma viagem sonora para "acessar suas informações".

Mais do que isso, fica o convite para "o sonho coletivo do amor próprio", como a cantora explica. "Mergulhando em nossas próprias subjetividades e exaltando as chaves que fazem sentido para o fortalecimento da autoestima. Indivíduos com autoestima elevada sem projeções narcisistas, capazes de construir parcerias duradouras sem perder a própria individualidade", diz ela.

Com o novo rap, a mogiana faz, ainda, um chamamento para "deixarmos a casa após um longo dia de corre, rumo à festa, munidos de todo brilho do sol em leão, tão necessário para criatividade".

Esse clima está estampado no clipe, que "traz a persistência do sonho artístico, o renascimento de si mesmo múltiplas vezes dentro do sonho, fomentado pela obstinação individual que vai de encontro ao coletivo".

Karen enxerga nesse sol a "gana da pulsão de vida" e "a vontade de continuar percorrendo o caminho do dom", Em outras palavras, "o corre do leão com a cabeça no sonho e as mãos no trabalho, que se fortifica nos encontros com os outros no final do dia".

O que a artista quer é que os ouvintes "se reconheçam na busca de seus sonhos individuais e de seus projetos", porque "todos merecem brilhar". Com 'Sol em Leão', ela faz a "síntese da resistência dos sonhadores e trabalhadores".

 A artista

Natural de Mogi das Cruzes, Karen iniciou sua caminhada artística em 2013 como backing vocal da banda de reggae “O Clã Roots”. No mesmo ano, fundou o grupo de Rap “As Lavadeiras”, ao lado da percussionista e MC Sarah Key, lançando em 2015 o primeiro trabalho do grupo, um EP homônimo de cinco faixas misturando batidas eletrônicas, tambores e cantos carregados da influência da cultura popular de raiz como o maracatu, coco e o boi.

Após viver um período na Alemanha, conhecendo artistas locais e produzindo trabalhos internacionais, e depois de se descobrir na arte-educação, dando aulas a diversas turmas da escola pública de Diadema, sobre musicalização infantil e ritmos para crianças de todas as idades, em 2018, Karen lança o seu primeiro álbum solo “Poderes de Évora”, com 9 faixas carregadas de muita bagagem lírica e musical.

No mesmo ano, nasce o projeto “Corasom”, idealizado junto de Luiz Menezes, que estuda a música como medicina, como instrumento de cura. Em 2019, Karen lança o single “Toque da Serpente” com um clipe feito apenas por mulheres (Isa Hansen, Bianca Hoffmann e Larissa Rocha).

Em 2020, Karen lança “Pinta de Louca”, um single sobre a sexualidade da mulher que relata os abusos silenciosos pelos quais as mulheres muitas vezes se submetem por serem educadas assim. Em 2021, Karen atuou como arte-educadora de Rap na Casa do Hip Hop de Mogi das Cruzes, e lançou o single “Voando Alto”.

  

Ficha técnica de 'Sol em Leão'

  

 Pedro Loiola

  

  

 

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por