Entrar
Perfil
DESPEDIDA

Músico da safra de talentos dos anos 2000 de Mogi, Daniel Trettel morre aos 45 anos

Compositor e violonista, o mogiano tratava de um câncer descoberto em novembro passado; detalhes sobre o sepultamento ainda serão divulgados

Eliane José
25/08/2022 às 15:07.
Atualizado em 26/08/2022 às 19:41

Daniel Trettel, um dos mais ativos na música mogiana (Foto: reprodução / Instagram)

Um dos músicos mogianos da safra de talentos dos anos 2000, Daniel Trettel faleceu nesta quinta-feira (25), aos 45 anos. Ele se recuperava do tratamento de um câncer descoberto em novembro do ano passado e sofreu uma embolia, segundo contou o músico e produtor cultural Paulo Betzler. Chegou a ser hospitalizado, mas não resistiu à gravidade de um quadro inesperado por familiares, amigos e músicos da cidade após os bons resultados dos primeiros meses de cuidados.

O velório será realizado a partir das 18 horas de hoje (25), no Velório Cristo Redentor, e o sepultamento amanhã, às 9 horas, no Cemitério São Salvador.

Compositor, arranjador e professor de violão e guitarra, ele lançou durante a pandemia o disco Final de Outono, pelo EMAM, e preparava uma nova obra, ao lado de Max Grácio e Gui Cardoso. Final de Outono está disponível em diversas plataformas e é assinada também por Rui Ponciano.

O violão de Daniel Trettel embala trabalhos de músicos diversos como Mateus Sartori, Carlos Melo, Meyson, e outros de gerações anteriores, como Rui Ponciano e Valdir Vera, que têm a música popular brasileira e a cultura como elo, missão e norte.

Trettel se aninhou em um cordão de talentos musicais lançados em bares tradicionais da noite mogiana, como o Patuska, onde o encontro de jovens em início de carreira alimentou a cultura musical contemporânea com a afirmação de uma classe profissional, que fez dessa arte uma profissão. Nesse caminho, contam as participações em gravações e apresentações de orquestras, bandas e músicos, além da criação de obras e o ensino da música em escolas ou de maneira particular.

Paulo Betzler afirmou que após a decoberta do câncer - inicialmente na bexiga e que avançou para outros pontos do corpo, como o fêmur, Trettel se manteve fiel a marcas próprias: "Foi otimista, tranquilo, assim como sempre foi em toda a sua vida. O que Daniel tinha de principal era o talento para aglutinar pessoas, tinha a empatia, a doçura, a leveza com que dava importância e peso às coisas, à vida. Ensinou a mim e a muitas pessoas, muita coisa".

Um dos últimos shows de Daniel Trettel, há algumas semanas, foi um especial com músicas de Djavan, de quem o músico mogiano era fã (Reprodução/Facebook)

Nos últimos meses, após as fases de radio e quimioterapia, o músico voltou aos palcos da Casa do Jequitibá, no Largo Bom Jesus, para apresentações preparadas para acolher quem melhor interpretava e mais gostava do compositor Djavan. "Não tinha ninguém como ele para interpretar Djavan na cidade", acrescentou.

Ao longo das duas últimas décadas, Daniel Trettel participou de incontáveis shows e gravações de discos mogianos e de artistas do Alto Tietê. Na trajetória, além da participação em orquestras, ele também colecionou trunfos pessoais como tocar em shows de Jorge Vercillo e do próprio Djavan.

Daniel e Michael Meyson no início da carreira reconhecida com a participação em incontáveis apresentações e participação em gravações no EMAM (Foto: reprodução / Instagram)

Foi professor de música nas escolas Fama, que depois se transformou em Vox, Underground e Sound. Durante a pandemia, lançou um curso online para o ensino do violão.

Mogiano, ele estudou na escola "Washington Luís" e na Universidade de Mogi das Cruzes. 

Daniel Trettel deixa os pais, Osmar e Marisa, os irmãos André e Luana, a mulher e musicista Lívia, os filhos, Saul e Manoela, além de muitos amigos, frequentadores e apaixonados pela música e a noite mogiana.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por