MENU
BUSCAR
LITERATURA

Mogiano conta em livro histórias de passageiros de Uber

“Arquiteto & UBERnista” reúne as boas histórias ouvidas por Sergio A R Pereira no período em que trabalhou como motorista de aplicativo

O DiárioPublicado em 15/07/2021 às 14:58Atualizado há 20 dias
Divulgação - Robson Regato
Divulgação - Robson Regato

Mogiano formado em Arquitetura e Urbanismo, Sergio A. R. Pereira precisou, há alguns anos, trabalhar como motorista de aplicativo. A princípio ressabiado, ele logo descobriu que "estava transportando mais que pessoas", e decidiu então contar as histórias ouvidas no trânsito em um livro, 'Arquiteto & UBERnista', já disponível.

Interessante é que boa parte dos "causos" foram contados em solo mogiano. Afinal, era aqui que Sergio trabalhava, e embora atualmente more em Guarulhos, semanalmente retorna a Mogi, para manter o contato com a família.

Mesmo com currículo repleto de boas experiências profissionais, com passagens por multinacionais e também mestrado, MBA e outras formações, Sergio, assim como milhões de brasileiros, precisou enfrentar diferentes crises econômicas.

Em uma das mais duras, em 2017, se viu diante de desafios especialmente complicados. Nessa época decidiu experimentar a vivência como motorista de Uber, meio ressabiado e cheio de lembranças de sua trajetória passada, entre projetos e obras.

Não demorou a descobrir que estava transportando mais que pessoas:  "eram suas histórias, tristes, alegres, picantes, surreais... Recebi promessas de emprego, fiz amizades, me surpreendi e me decepcionei", diz ele.

Com tantas narrativas colecionadas enquanto estava ao volante, Sergio então decidiu registrar em livro sua experiência como motorista de Uber. Além de gostar de escrever, inclusive poesias, sua memória privilegiada o permitiu colocar no papel personagens de todos os matizes e suas histórias. E com muito bom humor, em um trocadilho, criou o termo "UBERnista" que compõe o título.

O resultado é uma leitura agradável que deixa ao final a expectativa de que ele volte a essa atividade só para trazer mais histórias de quem se locomove pela cidade.

Especial

A obra tem prefácio assinado por Monja Coen, um privilégio com que Sérgio contou por se dedicar ao Zazen (base da prática Zen Budista) e tê-la conhecido durante seu aprendizado. No último sábado (10), participou de uma live à convite da monja que se propôs a colaborar na repercussão e divulgação do livro.

A capa é de autoria de Murilo Kleine, filho de Sérgio; a produção e projeto gráfico são de Roberta Regato, que extraiu as ilustrações para compor o livro dos estudos de capa enviados por Murilo.

Para informações e aquisição do livro o contato é direto com o autor pelo WhatsApp 11 9.3715-5328 ou 11 9.8101-0177.

ÚLTIMAS DE Cultura