Entrar
Perfil
MOSTRA DE ARTE

Exposição 'Relicário' apresenta memórias em forma de arte, no centro de Mogi

Trabalhos assinados por Andreza Teixeira e Ernesto Stock exploram técnicas fotográficas do século XIX para representar situações e sentimentos

Heitor Herruso
22/11/2022 às 14:28.
Atualizado em 22/11/2022 às 15:20

Quem passar pelo local verá fotos e objetos decorados a partir de técnicas, como “cianotipias, papel carbono, nanquim, datilografia, colagem, aquarela e bordado sobre papel de fibra de bambu” (Divulgação)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
MOSTRA DE ARTE

Exposição 'Relicário' apresenta memórias em forma de arte, no centro de Mogi

Trabalhos assinados por Andreza Teixeira e Ernesto Stock exploram técnicas fotográficas do século XIX para representar situações e sentimentos

Heitor Herruso
22/11/2022 às 14:28.
Atualizado em 22/11/2022 às 15:20

Quem passar pelo local verá fotos e objetos decorados a partir de técnicas, como “cianotipias, papel carbono, nanquim, datilografia, colagem, aquarela e bordado sobre papel de fibra de bambu” (Divulgação)

Um relicário, que é tema de canção de Nando Reis e normalmente é utilizado como o pingente de um colar, é um “lugar destinado para guardar ou proteger coisas preciosas e/ ou relíquias”. No Severina Café e Arte, no centro de Mogi, uma exposição brinca com este conceito, a partir desta quarta-feira (23) até o próximo dia 14 de dezembro.

‘Relicário’, a mostra, é composta por 12 trabalhos inéditos, produzidos ao longo deste ano por Andreza Teixeira e Ernesto Stock. São “colagens e outras intervenções sobre imagens”. Eles explicam: “pretendemos explorar, através de técnicas fotográficas do século XIX as representações consagradas com a popularização da fotografia na primeira metade do século XX”.

“Os ecos dessas representações, muitas vezes inconscientes e fortemente simbólicos”, de acordo com eles “contribuem para a edificação de uma mitologia da memória, tão densa e indissociável de sua ficção, que não podia ser outra que não a verdade".

Em outras palavras, quem passar pelo local verá fotos e objetos decorados a partir de técnicas, como “cianotipias, papel carbono, nanquim, datilografia, colagem, aquarela e bordado sobre papel de fibra de bambu”. Tudo isso revela, de maneira sucinta, intimidade, já que cada um dos trabalhos contém memórias dos artistas (veja galeria de fotos a seguir).

A abertura de ‘Relicário’ está marcada para as 19 horas desta quarta-feira (23). É de graça, no número 953 da rua Coronel Souza Franco, no Centro de Mogi das Cruzes. O telefone para outras informações é o (11) 9.1167.2325.

Vale lembrar que a casa, que comemora um ano de atividades gastronômicas e culturais, está com programação especial para celebrar a data. Neste sábado (26), às 21 horas, será realizado o evento ‘Brasilidade, muito prazer – As Iyálódes – Um tributo às mulheres negras que constroem a MPB – 8 cantoras pretas & 01 banda de arrasar’. Clique aqui para saber mais.

 Serviço

O quê? Exposição ‘Relicário’

Quando? De 23/11 (Quarta-Feira) à 14/12 (Quarta-Feira)

Onde? Severina Café e Arte (Rua Coronel Souza Franco, 953 – Centro – Mogi das Cruzes)

Quanto? Gratuito

Mais informações pelo WhatsApp (11) 9.1167.2325.

(Divulgação)

(Divulgação)

(Divulgação)

(Divulgação)

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por