MENU
BUSCAR
LUTO

Ex-Rei Momo da Vila Industrial, mogiano Vadão morre aos 58 anos

Participante ativo da Escola de Samba Unidos da Vila Industrial, em Mogi, Edvaldo Durvalino da Silva Fernandes, mais conhecido como Vadão, deixa esposa e três filhas; a causa da morte ainda não foi divulgada

Heitor HerrusoPublicado em 16/09/2021 às 17:43Atualizado há 1 mês
Arquivo pessoal
Arquivo pessoal

Ex-Rei Momo da Escola de Samba Unidos da Vila Industrial, o mogiano Edvaldo Durvalino da Silva Fernandes, conhecido como Vadão, morreu nesta quinta-feira (16), aos 58 anos. Ele deixa esposa e três filhas, além de muitos amigos do meio artístico, principalmente nomes ligados ao carnaval e ao samba de Mogi das Cruzes.

A reportagem de O Diário entrou em contato com a família de Vadão.  Mogiano, nascido e criado no bairro da Vila Industrial, ele foi rei momo em 1994 e agora, 27 anos depois, deixa saudades. Mesmo afastado da escola de samba, era um "participante ativo", além de um "corinthiano roxo", que já foi voluntário da Festa do Divino de Mogi. A causa da morte ainda não foi divulgada. 

"Ele faleceu hoje às 10h37, em casa, depois de se sentir mal pela manhã. Não deu tempo de correr, mesmo chamando o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que demorou mais de 20 minutos pra chegar", relata Tamara Fernandes, uma das filhas do carnavalesco.

Aos 29 anos, Tamara é a filha mais velha. Ela também é ligada à escola da Vila Industrial, atuando como segunda secretária, enquanto a caçula, Agatha, de 25 anos, é diretora de bateria. Vadão deixa também mais uma filha, Esther, de 28 anos, além da esposa, Márcia Helena Theodoro Fernandes, com quem era casado há 31 anos.

Saudades

As fotos que compõem a galeria desta reportagem foram enviadas pela família de Edvaldo Durvalino da Silva Fernandes, o Vadão, e o registram em momentos felizes, como na ocasião em que foi Rei Momo e também com os parentes e amigos.

Nas redes sociais, amigos, colegas e conhecidos lamentam a perda. Uma das publicações é da professora Rosani Aparecida Balbi, que publicou uma foto do mogiano ao lado da esposa e filhas, com a legenda "Esta foto te resume meu amigo. Obrigada por tudo! Descanse em Paz. Seu legado vai continuar, de geração em geração!".

O velório do carnavalesco será realizado amanhã, sexta-feira, dia 17 de setembro, a partir das 8 horas. Ainda não é possível afirmar o horário do enterro.

ÚLTIMAS DE Cultura