Entrar
Perfil
NOVIDADE

Em 'Esfera', Valéria Custódio apresenta um show feito exclusivamente por mulheres

Em parceria com a também mogiana guitarrista Thais Naomi e outras mulheres de diferentes cores e origens, projeto estreia às 15 horas deste domingo (22), no Parque da Cidade

Heitor Herruso
20/05/2022 às 18:29.
Atualizado em 20/05/2022 às 19:08

No repertório de 'Esfera' canções de ‘Miragem’, disco de Valéria Custódio (foto) e também de 'Avessamente', de Thais Naomi, além de letras de Roberta Fleck, Lauryn Hill e Nina Simone (Divulgação)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
NOVIDADE

Em 'Esfera', Valéria Custódio apresenta um show feito exclusivamente por mulheres

Em parceria com a também mogiana guitarrista Thais Naomi e outras mulheres de diferentes cores e origens, projeto estreia às 15 horas deste domingo (22), no Parque da Cidade

Heitor Herruso
20/05/2022 às 18:29.
Atualizado em 20/05/2022 às 19:08

No repertório de 'Esfera' canções de ‘Miragem’, disco de Valéria Custódio (foto) e também de 'Avessamente', de Thais Naomi, além de letras de Roberta Fleck, Lauryn Hill e Nina Simone (Divulgação)

Em fevereiro, O Diário detalhou ‘Miragem’, o próximo disco da cantora mogiana Valéria Custódio, financiado com recursos do Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo (ProAC). Previsto para algum momento entre setembro e outubro, enquanto o lançamento deste trabalho não chega, a artista preparou outro projeto, ‘Esfera’, que estreia às 15 horas deste domingo (22), no Parque da Cidade, com apoio da Secretaria Municipal de Cultura de Mogi das Cruzes.

Neste show, Valéria faz uma espécie de prévia do ‘Miragem’, mas vai além. Em parceria com a guitarrista Thais Naomi, também mogiana, que passou uma temporada nos Estados Unidos estudando música e gravou o disco ‘Avessamente’ pelo Estúdio Municipal de Áudio e Música (Emam), ela está decidida, a trabalhar somente com mulheres.

Isso quer dizer que tanto em cima como atrás do palco, só há mulheres. De diferentes cores e origens. Algumas são da região, como ela própria e Thais, mas há nomes de São Paulo, do Rio de Janeiro e de outras cidades.

“Já trabalhei muito com homens. Desde o começo, com a primeira virada cultural em 2016. Cravei que depois do ‘Púrpura' ia querer trabalhar com mulheres, com a comunidade LGBT, com a mulher preta. Vi que é difícil fomentar, difícil entrar nesse mercado. E já que eu consigo acessar, consigo prover, é um propósito meu”, define a artista.

‘Esfera’, o nome, vem exatamente daí, “da esfera feminina”. “Quero trabalhar e conhecer mais essa esfera, proporcionar mais coisas para essas minhas companheiras de trabalho”, afirma.

A ideia é construir uma concepção “totalmente feminina” de show, de repertório, de influências, de arte. É por isso que a playlist do projeto inclui canções de ‘Miragem’, como o single ‘Basquiat’, que tem versos em inglês, faixas de ‘Avessamente’ e também letras de Roberta Fleck, Lauryn Hill e Nina Simone. Estes últimos nomes são algumas das inspirações de ‘Púrpura’, primeiro disco de Valéria, que alçou voos internacionais.

A estreia de ‘Esfera’, em maio, é interessante. Desmistifica a existência de homenagens às mulheres somente em março, quando é comemorado o Dia Internacional da Mulher.

“Tem a ver com a bandeira que estou carregando. É igual ao dia 20 de novembro, quando o pessoal coloca Consciência Negra. Isso me deixa brava. O dia 8 de março é simbólico, e o dia 20 de novembro também. Mas quero sair um pouco desse conceito. Não ficar como se fosse coisa muito marqueteira. Quero que seja de verdade. Estou trazendo mulheres para trabalhar, o que é uma luta, uma batalha, todo dia”, explica ela.

O projeto nascerá no Parque da Cidade, que fica ao número 451 da rua Jardelina de Almeida Lopes, no bairro Parque Santana, em Mogi, cidade natal de duas de suas protagonistas, e deve seguir estrada até o lançamento de ‘Miragem’.

A ideia é rodar não apenas as cidades da região, mas também de outros estados e países. Este domingo, portanto, será um “experimento”, para que depois ‘Esfera’ siga uma direção certa: uma “crescente”. Para acompanhar os trabalhos, é só ficar ligado nas redes sociais de Valéria Custódio - https://www.facebook.com/valeria.custodio.39 ou @valeriacustodiooficial no Instagram

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por