A história de Doug Funnie e seus amigos, exibida no Brasil a partir dos anos 90, ganha agora, 30 anos depois, uma continuação. A produtora mogiana Raciocinando Filmes usa recursos da Lei Aldir Blanc para lançar, no próximo dia 10 de fevereiro, pelo YouTube, o filme ‘Doug na Vida Adulta’, que coloca os clássicos personagens em situações mais maduras.

O ambiente escolar em que apareciam o protagonista e também seus amigos – como Patrícia “Patti” Maionese e Skeeter Valentine – e rivais - como Roger Klotz -, é substituído, no média-metragem, por um enredo mais adulto, repleto de incertezas amorosas e questões relativas ao cotidiano.

Logo após a transmissão, pelo canal Raciocinerd, no YouTube, haverá um bate-papo virtual com o elenco e equipe técnica.

O Diário apresenta, a seguir, alguns dos principais aspectos da obra, como enredo, gravações, caracterização e figurino. Em cada um destes pontos, o que se vê é uma homenagem aos anos 1990. “Há alguns anos vivíamos uma era de nostalgia dos anos 80, mas agora estamos em um momento muito noventista, justamente porque a geração que cresceu nos anos 90 está adulta agora e quer rever os desenhos da infância, ver seus heróis no cinema e consumir novas versões disso tudo”, comenta Nando.

Projeto que joga luz ao cinema independente mogiano, ‘Doug na Vida Adulta’ valoriza não apenas os cenários como a mão de obra local. Todas as locações podem ser reconhecidas pelo espectador mais atento, e todos os envolvidos guardam relações com o município. 

Além dos figurantes e equipe técnica, há 16 pessoas no elenco (Nando Rodrigues, Filipe Alcarvan, Leticia Puras, David Melo, Michele Rufi, Allan Gonçalves, Allan Gonçalves, Roseli Santos, Vitor Gonçalves, Agnaldo d’Araújo, Dani Ortega, Andressa Jimenez, Vivian Vergaças, Ruan Carlos, Arthur Guimarães, Israel Massei, Manoel Alves). Para coordenar as gravações, foi preciso sete diárias de gravações, que geraram 400 gigabytes de arquivos brutos.

O trabalho agora é editar todo este material. Até o momento, nas redes sociais do grupo já foram publicados o cartaz oficial e também trechos dos bastidores. Mas nesse final de semana será divulgado o primeiro teaser

Segundo Nando, mesmo sem ver qualquer imagem do filme, a expectativa do público é alta. “O hype (gíria usada para definir algo que está sendo chamando a atenção das pessoas) já está bem grande”. 

Para ele, a repercussão nas redes sociais se deve ao fato da produtora já ter lançado outros títulos de peso no mercado. Em especial, ‘A Lenda de Fênix’, de 2018, fan film baseado no anime ‘Cavaleiros do Zodíaco’. 

Feliz em produzir um filme com orçamento (o projeto recebeu R$ 15 mil líquidos), Nando finaliza com um aviso aos amantes de Doug Funnie: “não vão embora até acabar tudo o que tem nos créditos, pois há uma cena com uma surpresa”. Enredo

Se antes, no desenho, Doug Funnie tinha 12 anos, no filme ele aparece com quase 30, em uma história que deixa de lado questões escolares para lidar com dilemas mais maduros, como relacionamento amorosos e familiares. Jovem adulto que faz faculdade, ele ainda mora com os pais e luta para conseguir um bom emprego. Ao fazer isso vai, pouco a pouco, reencontrando seus antigos colegas. É, por exemplo, numa cafeteria que reencontra Patrícia “Patti” Maionese, sua antiga paixão. E é numa entrevista profissional que cruza com Roger Klotz, com quem disputa uma vaga em uma agência de publicidade. Além deles, aparecem também nomes como Skeeter Valentine e Sr. Dink e ainda novos amigos, criados especialmente para o fan film

 Gravações

A cafeteria onde Doug Funnie reencontra Patti Maionese é, na verdade, o Espaço LER, de Mogi das Cruzes, no Parque Monte Líbano. A faculdade em que os personagens estudam é o Colégio CWC, de Braz Cubas. E a agência de publicidade em que o protagonista e seu rival, Roger Klotz, se candidatam para trabalhar, é A Fábrica Comunicação, empresa real da cidade, localizada no Jardim Armênia. Todos estes estabelecimentos cederam suas instalações para as gravações, de acordo com as normas de segurança e distanciamento social em função da pandemia de Covid-19. Realizadas aos finais de semana, as filmagens, aliás, foram feitas em tempo recorde, já que toda a produção teve apenas 60 dias para ser lançada, conforme consta no edital municipal da Lei Aldir Blanc. Foi a verba repassada pelo Governo Federal que garantiu alimentação, transporte e cachês a todos os envolvidos.

 Caracterização

Doug Funnie está de volta e também - em flashbacks - o super-herói que ele criou na própria imaginação quando criança, o Capitão Codorna (com a letra Q no peito, em respeito ao que era mostrado no desenho). Em todas as cenas, a criatividade é a chave. Responsável pelo figurino e caracterização, Mariana Oliveira usou itens que os atores já tinham e também apostou em confecção própria para alguns elementos, como a capa do protagonista, feita à mão por uma costureira. Escolhidos pela competência técnica e também pela similaridade física com os personagens, os atores também participaram deste processo. 

 Outros projetos

A Raciocinando Filmes tem, além do filme ‘Doug na Vida Adulta’, outros vários projetos. Um deles, financiado pela ‘Mostra Virtual: A Arte Não Esqueceu de Você (Movi.Ar)’, da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo, é a web-série ‘Viajante’, de ficção científica. Com direito a viagem no tempo e participação de Leonardo Camillo, dublador de ‘Cavaleiros do Zodíaco’, o último episódio desta produção, aliás, será lançado em breve. Outros filmes do grupo são ‘Clowns’, curta-metragem de terror, e ‘A Lenda de Fênix’, fan film inspirado no já citado ‘Cavaleiros do Zodíaco’ que alcançou projeção nacional em 2018. A próxima produção, inclusive, deve ser outra baseada no mesmo anime, intitulada ‘O Dragão de Rozan’. E há ainda um canal no YouTube, chamado Raciocinerd, com conteúdos