Entrar
Perfil
AGENDA CULTURAL

Concertos da Roça e oficinas são atrações no Sesc Mogi

Além de apresentações musicais, o público ainda terá a disposição teatro infantil, mediação de leitura, entre outros eventos na agenda do Sesc para serem acompanhados hoje e terça-feira; a entrada é gratuita.

O Diário
24/07/2022 às 11:58.
Atualizado em 24/07/2022 às 19:51

Agenda do Sesc Mogi tem opções para pessoas de todas as idades; a entrada é gratuita (Divulgação/Sesc) (Divulgação Sesc)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
AGENDA CULTURAL

Concertos da Roça e oficinas são atrações no Sesc Mogi

Além de apresentações musicais, o público ainda terá a disposição teatro infantil, mediação de leitura, entre outros eventos na agenda do Sesc para serem acompanhados hoje e terça-feira; a entrada é gratuita.

O Diário
24/07/2022 às 11:58.
Atualizado em 24/07/2022 às 19:51

Agenda do Sesc Mogi tem opções para pessoas de todas as idades; a entrada é gratuita (Divulgação/Sesc) (Divulgação Sesc)

Além das atrações musicais, o publico ainda terá a disposição oficinas grátis, mediação de leitura e teatro infantil e o espetáculo A Pequena Semente do Tempo, com a Cia Navega Jangada, na agenda do Sesc para serem acompanhados hoje e terça-feira, feriado municipal, quando o local abre ao público, a partir das 9h. Confira as atrações gratuitas do Sesc Mogi, que fica no bairro do Socorro: 

Projeto Concertos de Roça 

O projeto "Concertos de Roça" contempla uma série com quatro espetáculos musicais e dois bate-papos apresentados por artistas que têm em suas origens elementos musicais e poéticos adquiridos em ambientes de sua própria vivência e história pessoal, cujos modos e fazeres se caracterizam pelas tradicionalidades. 

O nome "Concertos de Roça" é uma referência direta ao modo camponês de produzir arte, sendo o ambiente do campo e seus roçados os locais de criação e preservação dessas práticas e fazeres populares; e os artistas que ali surgiram, são os concertistas, que levam a sonoridade e a simplicidade dos versos e cantigas do campo para os palcos. 

O grupo Trem da Viração será destaque na edição deste domingo do "Concertos da Roça", com Deo Miranda (Divulgação/Sesc)

Sobre as apresentações musicais 

As atrações musicais acontecerão no Sesc Mogi das Cruzes, hoje (24) e no próximo domingo (31), às 16h. 

O Grupo Trem da Viração 

Os compositores do Trem da Viração, Déo Lopes, Cauique Bonsucesso, Márcio de Oliveira e Beto Quadros, têm formações musicais bastante diversificadas, porém, todos eles são herdeiros de sangue da cultura popular cabocla do interior do estado de São Paulo, a maioria deles do Vale do Paraíba, e isto acabou se refletindo nas composições que fazem parte do repertório do grupo.  

Suas músicas estão impregnadas de elementos rítmicos, melódicos e harmônicos presentes na cultura popular como catira, maxixe, batuque, pagode sertanejo, marchinha, congada, xote e baião, e suas letras fazem alusão a fatos e personagens passados e presentes na vida cabocla do Sudeste brasileiro. 

Dia 24/7, domingo, das 16h às 17h15 
Tenda | Livre  - Grátis - Sem retirada de ingressos. 
 

Para as crianças
Histórias de brincar - Bois do Brasil 

Com o grupo Histórias de Brincar 

O boi é a figura mitológica nas brincadeiras e celebrações de povos bastante distintos. No Brasil, a festa remonta à época colonial e mistura elementos europeus, ameríndios e africanos. Para cada região, um nome diferente: Bumba-meu-Boi no Maranhão, Boi-Bumbá no Amazonas, Boi-de-Reis no Rio Grande do Norte, Boi Surubim no Ceará e Boi-de-Mamão em Santa Catarina. Junto com o grupo Histórias de Brincar, crianças e suas famílias brincarão, dançarão e cantarão os diferentes bois do Brasil!  

Hoje (24), das 14h30 às 15h30 
Galpão Multiuso 
Livre - Autoclassificação 
Grátis - Entrega de senhas no local com 30 minutos de antecedência. 

Nós e as Plantas 

Com Arumã Brasil 
Pisar na grama, sentir o cheiro de uma flor, comer uma folhinha de hortelã... 
Quem cresceu brincando em espaços verdes com certeza vai se lembrar dessas sensações, cheiros e sabores. 
Hoje em dia as crianças estão mais afastadas da natureza e nessa atividade queremos promover esse reencontro: Pais e filhos se reconectando 
com ela, a mãe natureza. 
Brincadeiras e dinâmicas para ambientar as famílias ao mundo natural, conhecer mais sobre as plantas e alimentos, de onde eles vem, como 
cuidar e cultivar. 
Com Arumã Brasil. 
Dias 24 e 31/7, domingos, das 14h às 16h 
CEA – Centro de Educação Ambiental 
Livre -  
Grátis - Entrega de senhas no local com 30 minutos de antecedência 

 
Mediação de Leitura 

Com Cia. Circo de Trapo

Na alameda arborizada da unidade, educadores da Cia. Circo de Trapo apresentam uma seleção de livros infantis em um espaço criado para o acolhimento e leitura do acervo do Sesc Mogi, estabelecendo pontes entre leitores e livros. 

Mediadores de leitura da Cia. Circo de Trapo trazem histórias e poesias através dos livros em uma ambientação inspirada em uma feira livre, estimulando o gosto pela leitura de forma prazerosa e livre de obrigações. 

Até 31/7, sábados e domingos, das 10h às 12h30 e das 14h às 16h30 
Alameda Arborizada 
Livre - Autoclassificação 
Grátis 

Na terça-feira, feriado de Santana, 26/7, o Sesc abre de 09h às 18h, tendo em sua programação o show da banda Monoclub, a partir das 16 horas.

Monoclub é uma banda de Folk que teve seu início em novembro de 2010. Naturais de Sorocaba, o grupo conta com cinco integrantes: Fábio Baddini, Bruno Orefice, Lucas Marx, Bruno Peretti e Dilson Sartori. Desde o início a base de pesquisa de referências e a busca por identidade foi e continua sendo construída na estrada entre apresentações em importantes festivais, instituições culturais, escolas, casas de shows, praças públicas e prêmios de música.

O grande objetivo desse comboio munido de banjo, washboard, trompete e trombone é trazer referencias de várias partes da América que passam entre o jazz/folk/blues, linhas melódicas de samba e outros ritmos latinos, além de abordar nas letras compostas em português questões da contemporaneidade e histórias sobre as angustias e prazeres da vida do artista brasileiro.

Já o grupo Exame de Vista  sugere uma analise antropológica através do inicio da era da imagem ate os dias de hoje e propõe outros olhares, diferentes pontos  de vista sobre a luta para uma sociedade empática. o novo trabalho oferece  a subjetividade e a sensibilidade com o intuito de estimular a reflexão, o  questionamento e a critica como ações transformadoras.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por