Entrar
Perfil
MÚSICA

Bandas de Mogi podem se inscrever no concurso 'Gerdau me Leva pro Rio'

Concurso de bandas organizado em todas as cidades em que a empresa produz aço levará dois grupos para se apresentar "em um local emblemático" do Rio de Janeiro

Heitor Herruso
06/08/2022 às 11:29.
Atualizado em 06/08/2022 às 11:29

(Divulgação - Gerdau)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
MÚSICA

Bandas de Mogi podem se inscrever no concurso 'Gerdau me Leva pro Rio'

Concurso de bandas organizado em todas as cidades em que a empresa produz aço levará dois grupos para se apresentar "em um local emblemático" do Rio de Janeiro

Heitor Herruso
06/08/2022 às 11:29.
Atualizado em 06/08/2022 às 11:29

(Divulgação - Gerdau)

Maior empresa produtora de aço do Brasil, a Gerdau, que tem fábrica em Mogi das Cruzes, tem investido pesado na cultura, principalmente na música. Exemplos disso são os patrocínios da Orquestra de Ouro Preto, no Festival Viva Jazz, em Minas Gerais e também a parceria firmada com o Rock in Rio 2022, cujo Palco Mundo conta com aço feito pela empresa (leia mais abaixo). Mas somente isso não basta. A direção entendeu que para fomentar a arte, é preciso injetar recursos e esforços na cena independente. O concurso musical ‘Gerdau me Leva Pro Rio’ surge, então, exatamente nesse sentido.

Podem participar bandas de Mogi das Cruzes e demais cidades onde a companhia produz aço: Barão de Cocais, Congonhas, Divinópolis, Itabirito, Ouro Branco e Ouro Preto (MG); Caucaia e Maracanaú (CE); Araçariguama, Pindamonhangaba (SP); Araucária (PR); Recife (PE); Charqueadas e Sapucaia do Sul (RS) e Rio de Janeiro (RJ).

Dois grupos serão premiados com a oportunidade de se apresentar “em um palco muito especial no Rio de Janeiro, em setembro”, na mesma época do Rock in Rio 2022. E tem mais: Ivete Sangalo é embaixadora do concurso.  É ela, a Veveta, que estreou recentemente um programa na TV Diário, quem  vai escolher as bandas vencedoras.

"Fico muito feliz em estar junto à Gerdau mais uma vez para fazermos o bem. É uma grande satisfação fazer parte de uma iniciativa que valoriza nossa música, nossa cultura e que abrirá portas para novos talentos de várias regiões do Brasil. Acredito que é uma ação muito importante para termos a nossa cultura valorizada", destaca Ivete Sangalo.

 Inscrições abertas

Todos estes anúncios foram feitos nesta sexta-feira (5), em uma coletiva de imprensa. A reportagem de O Diário participou e teve acesso aos detalhes do projeto que acontece em parceria com o Estúdio Bravo, liderado por Rodolfo Simor, produtor e músico indicado ao Grammy Latino.

Um extenso regulamento está disponível no site https://gerdaumelevaprorio.com.br/, que já está com inscrições abertas até o próximo dia 18. Mas, durante a coletiva, algumas das principais normas foram citadas. Embora o foco seja o rock, podem se inscrever representantes de vários ritmos. Uma dica é avaliar o line-up do Rock in Rio, já que todos os segmentos incluídos no festival valem aqui também.  E são permitidas músicas em qualquer idioma.

Além da "performance e interpretação", serão avaliados os "arranjos e a composição" e também o "cumprimento das regras da promoção".

Os grupos podem ter no máximo cinco integrantes, sendo que pelo menos um deles tem, obrigatoriamente, que ser da cidade em que a Gerdau está instalada.

No ato da inscrição, as bandas precisam inserir o link para um vídeo do YouTube ou anexar um arquivo .mp3 ou .mp4, que mostre a performance de uma música, seja ela uma gravação de estúdio ou reprodução de uma apresentação ao vivo.

Somente é possível escolher uma canção, e ela precisa ser total e completamente autoral e original. Atenção para a necessidade de haver registro do som em algum órgão oficial.

Após passar na etapa de seleção, os artistas escolhidos - os nome serão divulgados em 23 de agosto - terão a oportunidade de realizar um pocket show de até 10 minutos (com duas ou três canções, a depender da duração de cada uma delas, que pode ter até cinco minutos) “em um local emblemático da cidade do Rio de Janeiro”.

“Gerar grande visibilidade, levar dois artistas para momentos super importantes da música brasileira. O Rio é uma cidade respirando música, e vamos levar projeção às bandas, conectadas a artistas como a Ivete. O grande impulso que pretendemos é a visibilidade”, explica Rodolfo Simor.

Além da exposição midiática, as formações participantes terão todas as despesas pagas para essa apresentação no Rio de Janeiro e ainda uma curadoria com um produtor musical e uma divulgação do seu trabalho nas redes sociais da Gerdau.

Ah, e não menos importante, o vencedor leva para casa o troféu "disco de aço", em referência ao clássico “disco de ouro”. A matéria prima foi trocada para se alinhar ao ofício da empresa organizadora, como uma forma de homenagear as cidades participantes.

(Divulgaçao - Gerdau)

Falando nos municípios, eles são o foco do projeto, que “tem cunho social muito grande”. Durante a coletiva, Pedro Torres, Líder Global de Comunicação e Marca da Gerdau, deixou claro que “mais do que pegar bandas com certa organização", o momento pede "sensibilidade" mas também "inquietude” para oferecer recursos às “bandas de bar”, ou seja, grupos independentes.

“Acreditamos que a Cultura é a essência de um povo, de uma população. Temos investido cada vez mais em todos os aspectos da cultura, arte, música e outras frentes”, finalizou a direção do grupo,

 A relação da Gerdau com a música

O concurso vem na esteira de vários apoios da Gerdau ao universo da música. A Gerdau será apoiadora do Rock in Rio Brasil 2022, que terá a cenografia do maior Palco Mundo da história do festival, desde a primeira edição, em 1985, construído com aço Gerdau 100% reciclável. As 200 toneladas de aço que vão compor a cenografia do palco fazem parte de uma cadeia que movimenta milhares de pessoas e cooperativas de reciclagem, que ajudaram a transformar sucata metálica no espetáculo cenográfico do maior evento de música e entretenimento do mundo.  

A empresa também tem apoiado outras iniciativas culturais no estado de Minas Gerais. Um exemplo icônico é o concerto comemorativo de aniversário de 120 anos da Gerdau com João Bosco e Orquestra Ouro Preto. A apresentação ganhou uma turnê pelas cidades mineiras em que a empresa atua. A Orquestra continua em cartaz, desta vez com apresentação ao vivo da trilha de "O Garoto", de Charles Chaplin.  

Além disso, a Gerdau promove a turnê estadual da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais e patrocina o Festival Internacional de Jazz de Ouro Preto – Tudo é Jazz – festival pioneiro em Minas Gerais que completa 20 anos em 2022. A empresa já havia promovido a primeira edição do festival, em 2002. 

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por