QUARENTENA

Comércio de Mogi reabre hoje, mas com restrições; veja os horários

QUARENTENA Lojas do centro e bairros atenderão das 10h às 16h e no Mogi Shopping o horário será das 13h às 20h. (Foto: arquivo)

Após mais de 80 dias de portas fechadas como medida de prevenção à rápida disseminação do novo coronavírus e para evitar um colapso no sistema de saúde, o comércio de Mogi das Cruzes reabre hoje, ainda com restrições. A medida foi possível após a classificação da região pelo Governo do Estado – com base em indicadores de mortes, contágio e oferta de leitos –, que passou o Alto Tietê de vermelho para laranja, do alerta para controle, e permitiu a flexibilização.

Na manhã de ontem, os comércios da região central já haviam convocado os funcionários e preparavam os estabelecimentos para viver o novo normal. Corredores maiores, espaçados, informes sobre o uso obrigatório de máscara e oferta de álcool em gel. O presidente da Associação Comercial de Mogi das Cruzes, Marco Zatsuga, criticou que algumas lojas já estivessem abertas ontem, mas disse estar confiante que os comerciantes criaram consciência sobre a importância de preservar a saúde física para recuperar os danos à economia causado pela quarentena.

“Nós estamos fazendo uma cartilha para esses empresários de como cada setor deve funcionar. A ideia era de que eles recebessem antes de abrir, mas foi tudo decidido em cima da hora, então não deu tempo, mas a gente acredita que na segunda-feira já estará disponível para eles. Esperamos que os empresários tomem frente da situação, respeitem os horários estabelecidos no município para que controlem isso, porque se os números aumentarem, a gente pode voltar para a parte vermelha. Não só os empresários, mas também os consumidores ao saírem de casa”, pontuou o presidente. Ele diz ainda que acredita que cada estabelecimento também já treinava ontem um funcionário para fazer o controle de pessoas dentro das lojas.

Apesar de ainda não ter um levantando fechado sobre a quantidade de lojas que fecharam durante os quase três meses de quarentena, Zatsuga diz que, mesmo com a possibilidade de suspender contratos de funcionários e até redução de aluguel, alguns comerciantes não conseguiram se manter, porque já enfrentavam dificuldades antes.

O comércio de Mogi poderá funcionar das 10 às 16 horas e os estabelecimentos da área de serviços atenderão os clientes das 9 às 15 horas. Já o Mogi Shopping abrirá das 13 às 20 horas nessa etapa que vai até o final do mês, atendendo com 20% de sua capacidade.

Segundo o Governo Estado, a flexibilização deveria começar a valer a partir de segunda-feira, dia 15, com abertura dos comércios durante apenas quatro horas por dia. O executivo estadual divulgou nota dizendo que as cidades que infringissem essa determinação seriam punidas, inclusive com ação pelo Ministério Público. Mas a região decidiu em reunião entre os prefeitos do Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) antecipar para hoje, e assim ter a chance de acréscimo nas vendas neste Dia dos Namorados. O funcionamento do comércio também foi ampliado para seis horas e do shopping para sete horas diárias para evitar aglomeração.

“É uma data importante para o comércio, que pode ajudar nesse retorno. A nossa expectativa para 2020 era a de ter acréscimo de 4% a 5% a mais em relação às vendas de junho de 2019, mas com certeza será bem menor que no ano passado. Como o comércio estava fechado, não tivemos como fazer uma provisão”, destaca.

A reportagem de O Diário solicitou entrevista com um porta-voz do Mogi Shopping para tratar do retorno das atividades no maior centro de compras da cidade, mas recebeu apenas nota informando que o estabelecimento está seguindo as orientações do município e se prepara para a reabertura hoje, das 13h às 20h, “tomando todas as medidas de segurança previstas nos protocolos de segurança já validados pelos órgãos competentes”.


Deixe seu comentário