MENU
BUSCAR
FISCALIZAÇÃO

Vila Cintra, Mogilar e Braz Cubas têm pancadões durante o feriado prolongado

O Departamento de Fiscalização de Posturas registrou 18 autuações, sendo 10 multas por desrespeito à Lei do Silêncio, cinco multas a estabelecimentos por desrespeito às regra de restrição para o enfrentamento à pandemia e três multas por realização de pancadão.

Fábio PalodettePublicado em 07/06/2021 às 14:51Atualizado há 9 dias
Entre quarta (2) e domingo (6), foram registradas 532 chamadas junto à Ciemp / Guarda Municipal/Divulgação
Entre quarta (2) e domingo (6), foram registradas 532 chamadas junto à Ciemp / Guarda Municipal/Divulgação

Enquanto especialistas avaliam a possibilidade de uma 3° onda da Covid-19 atingir São Paulo e demais estados do país no mês de junho, festas clandestinas e pancadões seguem desafiando as autoridades sanitárias. Em Mogi das Cruzes, a Central Integrada de Emergências Públicas (Ciemp) recebeu mais de 500 chamados durante o feriado prolongado de Corpus Christi - que teve fiscalização reforçada pela prefeitura. Mesmo neste cenário, jovens aproveitaram o feriadão para realizar pancadões em diferentes bairros da cidade.

O Departamento de Fiscalização de Posturas registrou 18 autuações, sendo 10 multas por desrespeito à Lei do Silêncio, cinco multas a estabelecimentos por desrespeito às regra de restrição para o enfrentamento à pandemia e três multas por realização de pancadão.

Houve autuações por desrespeito à Lei do Silêncio nos bairros Vila Nova Aparecida, Mogilar, Braz Cubas, Vila Cintra, Ponte Grande, Vila Industrial, Parque Santana e Chácaras Santo Ângelo.

Já as autuações por desrespeito às regra de restrição para o enfrentamento à pandemia ocorreram no Parque São Martinho, Mogilar, Vila Industrial e Jundiapeba.

Houve também registros de três pancadões no período, na Vila Cintra, Mogilar e Braz Cubas. Além disso, a Guarda Municipal também evitou a realização de uma aglomeração no Parque Botyra Camorim Gatti, no Centro Cívico.

Ao todo, entre a noite de quarta-feira (2) e este domingo (6), foram registradas 532 chamadas junto à Central Integrada de Emergências Públicas (Ciemp).  

Em nota, a Prefeitura afirma ter intensificacado a fiscalização sobre o desrespeito às normas de enfrentamento à pandemia durante o feriado prolongado de Corpus Christi. Acrescenta que o  trabalho teve a participação do Departamento de Fiscalização de Posturas da Secretaria Municipal de Segurança e da Guarda Municipal, com apoio da Polícia Militar.

Por fim, a Administração diz que "a população pode auxiliar neste trabalho com denúncias pelo telefone 153, da Central Integrada de Emergências Públicas (Ciemp), que atende 24 horas por dia".

ÚLTIMAS DE Cidades