MENU
BUSCAR
PEDÁGIO NÃO

Vereador Pedro Komura assina carta de número 27 contra pedágios em Mogi

Diariamente, desde 1º de maio, o jornal traz uma carta escrita por liderança ou representante da sociedade civil de Mogi das Cruzes e cidades do Alto Tietê

O DiárioPublicado em 09/06/2021 às 18:57Atualizado há 5 dias
Foto: arquivo
Foto: arquivo

Nesta quinta-feira (10), o vereador Pedro Hideki Komura (PSDB), da Câmara Municipal de Mogi das Cruzes, assina a carta publicada por O Diário endereçada ao Governo do Estado de São Paulo com argumentos contrários à instalação do pedágio na rodovia Mogi-Dutra.

Diariamente, desde 1º de maio, o jornal traz uma carta escrita por liderança ou representante da sociedade civil de Mogi das Cruzes e cidades do Alto Tietê, apontando os prejuízos que a praça de cobrança poderá provocar ao município e à região.

O texto não tem interferência editorial do jornal e apresenta as justificativas e defesas do próprio convidado que utiliza o espaço para expor seus argumentos contra o pedágio.

Ao Governo do Estado

Venho por meio desta, externar o meu descontentamento e de todas as pessoas que residem em Mogi das Cruzes com a instalação de uma praça de pedágio em Mogi das Cruzes.

Mogi das Cruzes se constitui num dos municípios mais importantes do Estado, principalmente por possuir centenas de produtores rurais que abastecem outras várias cidades.

O setor industrial, que também se fortaleceu ao longo dos anos, transformou nossa cidade num importante polo gerador de emprego e renda.

Essa condição, motivo de orgulho dos trabalhadores mogianos, foi fortalecida ao longo dos anos graças à atenção especial que sempre recebeu do Governo do Estado.

Os dirigentes estaduais, que estavam sempre em visita a nossa cidade, não apenas em períodos eleitorais, mas para anunciar ou inaugurar importantes equipamentos, muitas vezes conquistados numa parceria entre o município e o Estado.

E assim foi com os ex-governadores Mário Covas (de saudosa memória) e Geraldo Alckmin, considerados importantes parceiros de Mogi das Cruzes.

Causa-nos muita preocupação, nesse momento, a cidade não encontrar amparo no governo estadual, quando se manifesta contrária a instalação de um pedágio na rodovia que serve para o escoamento da produção agrícola e industrial, por exemplo.

Para nós o pedágio é um fator que impactará no bolso de milhares de mogianos, encarecerá as produções agrícola e industrial, comprometerá empregos e o desenvolvimento do nosso munícipio.      

Pedro Hideki Komura

ÚLTIMAS DE Cidades