MENU
BUSCAR
A PARTIR DE 11 DE DEZEMBRO

Uso de máscara em ambientes externos pode cair em Mogi das Cruzes

Mogi "aguarda o decreto oficial do Governo do Estado" para "seguir com as determinações" que foram divulgadas nesta quarta-feira (24)

Heitor HerrusoPublicado em 24/11/2021 às 17:05Atualizado há 5 dias
No mês que vem cairá o uso de máscaras  em ambientes abertos, mas não em ambientes fechados / Eisner Soares
No mês que vem cairá o uso de máscaras em ambientes abertos, mas não em ambientes fechados / Eisner Soares

A partir de 11 de dezembro, não será mais obrigatório o uso de máscaras de proteção faciais em áreas externas em todo o Estado de São Paulo. Mogi das Cruzes seguirá a determinação do Governo do Estado, mas a Prefeitura é cautelosa. Em resposta sobre o assunto, lembra que "Mogi das Cruzes adota uso de máscara obrigatório desde maio de 2020 (lei 7569/2020)". O município deve aguardar o decreto oficial do Governo do Estado.

A partir desta data, será "retirada a obrigatoriedade do uso de máscaras ao ar livre", segundo disse o governador João Doria. Mas "nas áreas internas e nas áreas de transporte público, inclusive nas estações, mesmo que a céu aberto, o uso de máscara continuará sendo obrigatório".

Ou seja, cai o uso das máscaras de proteção em ambientes abertos, mas não em ambientes fechados.

A confirmação sobre Mogi foi encaminhada a O Diário pela Secretaria Municipal de Saúde, que além de confirmar que deve ser publicado um decreto municipal sobre este tema em breve, também atualizou os índices de cobertura vacinal. A nível estadual, a decisão do foi pautada por este número, que até o dia 11 de dezembro deve chegar em 75% da população totalmente imunizada.

Em Mogi, o cenário é melhor. Há 10 dias, este jornal mostrou que a cobertura era de 87%. Agora, já são 89% considerando" adultos com duas doses e/ou dose única", e 95% considerando "somente adultos com primeira dose e/ou dose única".

O índice é ainda maior quando outro recorte é analisado. "99% da população de 12 a 17 anos (35.139)" já está imunizada "com primeira dose e 57% (20.073) com primeira e segunda doses".

Ao todo, o município já aplicou 703.510 vacinas contra a Covid-19, sendo 345.802 primeiras doses, e 309.202 segundas doses, além de 10.189 doses únicas e 38.317 terceiras doses.

Vacinas em atraso

Mogi das Cruzes tem cerca de 30 mil pessoas com a segunda dose em atraso e mais de 14 mil pessoas que já podem receber a terceira dose ou dose de reforço contra a Covid-19. Há vagas disponíveis para todas as situações, nos períodos diurno e noturno, bastando que o munícipe realize o agendamento online pelo www.cliquevacina.com.br.

Pandemia continua

Vale dizer que, mesmo com o crecimento nos índices de cobertura vacinal, a pandemia de Covid-19 continua sendo uma realidade. Ainda vale se cuidar, praticar distanciamento social e usar álcool gel. Como disse o prefeito Caio Cunha nesta segunda-feira (22), é hora de "priorizar a saúde e segurança da população". Com base neste pensamento, a administração municipal decidiu cancelar oficialmente o Carnaval 2022 em Mogi.

ÚLTIMAS DE Cidades