MENU
BUSCAR
BOAS EXPECTATIVAS

Termômetro para o Natal, Black Friday deve movimentar o comércio de Mogi das Cruzes

Previsão do Sincomércio é que as vendas neste final de ano se comparem ao mesmo período de 2019, ou então fiquem “um pouco abaixo” deste índice, o que ainda é positivo

Heitor HerrusoPublicado em 25/11/2021 às 16:46Atualizado há 4 dias
Muita gente deve ir às compras no Centro da cidade nesta sexta-feira, quando acontece a Black Friday / Arquivo
Muita gente deve ir às compras no Centro da cidade nesta sexta-feira, quando acontece a Black Friday / Arquivo

A Black Friday e Natal em 2021 devem representar saldo positivo para o comércio em Mogi das Cruzes. As boas expectativas vêm tanto do Sindicato do Comércio Varejista de Mogi das Cruzes e Região (Sincomércio) como da Associação Comercial da cidade (ACMC), que divulgam horários estendidos de atendimento.

“Nossa expectativa é positiva, até porque as campanhas do passado foram bem comprometidas pelo horário reduzido do trabalho”, diz o presidente do Sincomércio, Valterli Martinez. Animado, ele diz que as vendas neste final de ano devem se comparar ao mesmo período de 2019, ou então ficarem “um pouco abaixo” deste índice, o que ainda é favorável.

Valterli explica: “o poder aquisitivo caiu muito e os preços subiram”. Mas “a contratação está em um nível superior do que tínhamos previsto, e com esses números a gente acredita que, para o comerciante vai ser um Natal bom. Não ótimo, mas bom. E a Black Friday vai dar termômetro do que vai acontecer no Natal”.

Quem concorda com ele é a presidente da ACMC, Fádua Sleiman. Em entrevista à TV Diário nesta quarta-feira (24), ela também mostrou “expectativa positiva para a Black Friday”, que deve fazer as vendas aumentarem “já nesta quinta-feira (25)”.

“Com a aproximação do Natal e ampliação do horário do comércio (leia mais abaixo), com certeza o consumidor terá mais tempo para fazer compras. Apenas lamentamos as interferências financeiras, no que tange à política e também aos altos juros”, avaliou.

Para Fádua, tanto na Black Friday como no Natal ou em qualquer outra época do ano, é fundamental que as pessoas “comprem no comércio local”. “Mogi não deixa nada a desejar para a capital, para qualquer outra cidade. A gente pede para que as pessoas comprem no comércio local. E isso não quer dizer comprar só no Centro, mas nos bairros, na vizinhança. Isso contribui muito para que nós possamos sair dessa crise”.

 Horários

Um decreto na convenção coletiva de trabalho do Sincomércio autoriza que as lojas da cidade operem das 8 horas até a meia-noite nesta sexta-feira (26), quando será realizada a campanha de Black Friday.

Já para dezembro, de modo geral, a liberação é que durante todo o mês seja permitido estar com as portas abertas entre as 8 horas e 22 horas para o comércio em geral, e entre as 10 horas e 23 horas para lojas dentro de shoppings - esta medida inclui os malls de Mogi e Suzano, que estão com promoções e descontos especiais neste final de semana.

Mas há uma exceção para o período de Natal. Entre 16 e 23 de dezembro, será possível “estender os honorários até à meia-noite”. E quem tiver necessidade de operar em outras faixas horárias, pode fazer uma solicitação ao sindicato, pelo telefone 4799-7788.

ÚLTIMAS DE Cidades