MENU
BUSCAR
POLÊMICA

Tem início o aviso prévio das Irmãs Ursulinas, que deixam a direção do Placidina

Motivos do rompimento do contrato não foram oficialmente divulgados, mas o comunicado emitido pelo monsenhor Antônio Robson Gonçalves mostra que a decisão foi tomada unilateral e irrevogavelmente

Heitor HerrusoPublicado em 15/11/2021 às 16:24Atualizado há 14 dias
Comunicado mostra que já foram iniciadas as tratativas para que uma nova Congregação seja contratada / Divulgação - Instituto Dona Placidina
Comunicado mostra que já foram iniciadas as tratativas para que uma nova Congregação seja contratada / Divulgação - Instituto Dona Placidina

A contar da data de hoje, falta somente um mês para que a Congregação das Irmãs Ursulinas da Sagrada Família deixe o Instituto Placidina. A decisão pela rescisão "de maneira unilateral e irrevogável” do contrato foi tomada na última sexta-feira (12). Desde então a reportagem de O Diário vem pedindo um novo posicionamento. Em vez disso, nesta tarde de feriado o mesmo comunicado já emitido anteriormente foi reencaminhado à reportagem.

O objetivo deste jornal era detalhar o assunto em uma entrevista com o bispo dom Pedro Luiz Stringhini, mas a reportagem recebeu novamente uma carta assinada pelo monsenhor Antônio Robson Gonçalves, vigário geral da Diocese de Mogi das Cruzes e presidente do Placidina.

O texto, que pode ser lido na íntegra mais abaixo, mostra que a notícia do rompimento do contrato de mais de 50 anos foi recebida com surpresa.

"Em respeito à transparência que sempre norteou este relacionamento com todos aqueles que fazem parte desta Comunidade Escolar, informo que recebi o comunicado oficial da Congregação das Irmãs Ursulinas da Sagrada Família, informando a rescisão de contrato particular celebrado com esta entidade, a partir do próximo dia 15 de dezembro de 2021", escreve monsenhor Antônio.

Na sequência, ele lamenta o teor do comunicado que recebeu. "Lamentando por esta decisão unilateral, e irrevogável (como mencionado na carta a mim dirigida), restou-me apenas, acolher respeitosamente o desejo da Congregação e de suas religiosas, e ao mesmo tempo manifestar-lhes a nossa gratidão por dtodo o trabalho e resultados alcançados nas últimas décadas".

Outro ponto que merece destaque na nota enviada a este jornal é o fato de que já foram iniciadas "as tratativas para que uma nova Congregação Religiosa de Irmãs seja contratada e possa assumir a Direção Pedagógica do Instituto". A informação vem com a promessa de que "tão logo isso ocorra, comunicaremos a todos de imediato".

Até lá, não serão paralisados os trabalhos ou o "compromisso cristão com ensino" do Instituto Placidina, que, mantido pela Fundação de Assistência Social e Educacional, recentemente completou 90 anos de atividades na cidade, recebendo homenagens pela efeméride

Leia o comunicado na íntegra:

"COMUNICADO À COMUNIDADE ESCOLAR

Com 90 anos de tradição, o Instituto Dona Placidina é motivo de orgulho para todos os mogianos e mogianas. Mantido pela Fundação de Assistência Social e Educacional, nosso compromisso cristão é com um ensino que oportuniza o desenvolvimento e a aprendizagem de nossos estudantes.

Em respeito à transparência que sempre norteou este relacionamento com todos aqueles que fazem parte desta Comunidade Escolar, informo aos Senhores que recebi o comunicado oficial da Congregação das Irmãs Ursulinas da Sagrada Família, informando a rescisão de contrato particular celebrado com esta entidade, a partir do próximo dia 15 de dezembro de 2021.

Lamentando por esta decisão unilateral, e irrevogável (como mencionado na carta a mim dirigida), restou-me apenas, acolher respeitosamente o desejo da Congregação e de suas religiosas, e ao mesmo tempo manifestar-lhes a nossa gratidão por dtodo o trabalho e resultados alcançados nas últimas décadas.

Reiterando o compromisso do Instituto Dona Placidina com as finalidades estatuárias consignadas em testamento por seu fundados, Cônego João Lourenço de Siqueira, informo, também, que já iniciamos, a partir deste momento, as tratativas para que uma nova Congregação Religiosa de Irmãs, seja contratada e possa assumir a Direção Pedagógica do Instituto. Tão logo isso ocorra, comunicaremos a todos de imediato.

Seguiremos nosso trabalho com a absoluta convicção de oferecer sempre um espaço de ensino de excelência aos nossos profissionais pedagógicos e professores, bem como aos gerentes administrativos, demais colaboradores, pais e mães de nossos estudantes.

Atenciosamente, monsenhor Antônio Robson Gonçalves e diretor presidente do Instituto Dona Placidina"

ÚLTIMAS DE Cidades