Entrar
Perfil
PLATAFORMA

Tem boas ideias para a cidade? Participa Mogi já está no ar

O Participa Mogi pode ser acessado pelo site da Prefeitura de Mogi das Cruzes e busca ser espaço para o debate, a troca de ideias e o diálogo,

O Diário
04/08/2021 às 18:23.
Atualizado em 04/08/2021 às 18:26

A plataforma Participa Mogi foi criada para coletar as contribuições da população mogiana (Foto: reprodução)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
PLATAFORMA

Tem boas ideias para a cidade? Participa Mogi já está no ar

O Participa Mogi pode ser acessado pelo site da Prefeitura de Mogi das Cruzes e busca ser espaço para o debate, a troca de ideias e o diálogo,

O Diário
04/08/2021 às 18:23.
Atualizado em 04/08/2021 às 18:26

A plataforma Participa Mogi foi criada para coletar as contribuições da população mogiana (Foto: reprodução)

Tem uma ideia bacana que pode colaborar com a cidade? Apresentada na tarde desta quarta-feira (4), já está no ar a nova ferramente de colaboração popular da Prefeitura de Mogi: o Participa Mogi. O canal criado "para que as pessoas se manifestem", pode ser acessado através do site da Administração, ou do endereço https://participamogi.mogidascruzes.sp.gov.br/. A plataforma Participa Mogi foi criada para "coletar as contribuições da população mogiana visando um planejamento e orçamento colaborativos", e promete ser um espaço de debate, troca de ideias e diálogo, estimulando a presença dos cidadãos no desenvolvimento do município.

A promessa é que cada usuário terá um feedback de suas propostas, mesmo que elas não sejam aprovadas, ou utilizadas. A reportagem acessou o site e encontrou uma plataforma intuitiva e de fácil acesso.  Futuramente a plataforma também deverá estar presente nos bairros, por meio de reuniões presenciais. 

Carregando...

O lançamento foi feito pelo prefeito Caio Cunha (PODE), pela vice-prefeita Priscila Yamagami Kähler, do mesmo partido, e pelo chefe de gabinete, Lucas Porto, durante coletiva de imprensa que contou com a participação de veículos de comunicação da cidade. 

“Confesso que estava ansioso pelo lançamento dessa ferramenta, pois é a essência do nosso mandato. A participação está muito conectada com a nossa gestão. Não há como falar da gestão Caio e Priscila sem falar em participação. O Programa Participa Mogi é uma ferramenta que vai oferecer a possibilidade da população atuar coletivamente na construção da cidade. Vamos ouvir a sociedade, saber o que ela pensa sobre cada assunto, para tomarmos as decisões que se reflitam positivamente na vida de cada um. Queremos uma cidade pensada e voltada para as pessoas”, disse o prefeito Caio Cunha.

Na coletiva chefe de gabinete, Lucas Porto, detalhou o funcionamento da plataforma e disse que o Participa Mogi será “um convite às pessoas para que participem de forma conjunta da administração do município”. Na prática, os mogianos farão um cadastro e poderão apontar necessidades, com a garantia de que as sugestões serão ouvidas e debatidas com a comunidade. 

O Participa Mogi pode ser acessado pelo site da Prefeitura de Mogi das Cruzes. A plataforma é intuitiva e de fácil acesso. 

Plano Plurianual

A plataforma Participa Mogi será lançada e já vai oferecer uma ótima oportunidade de participação popular – no caso a elaboração do Plano Plurianual (PPA). “Será a nossa primeira jornada com o apoio da plataforma, com as pessoas entendendo e participando deste processo”, comentou a vice-prefeita Priscila Yamagami Kähler.

Elaborado a cada quatro anos, o plano é uma ferramenta de planejamento realizado a médio prazo, que lista metas para os governos municipal, estadual e federal. O PPA define os objetivos da gestão pública a partir de propostas apresentadas pela população, pela Câmara Municipal e pela própria Prefeitura, sempre visando ao desenvolvimento da cidade.

No primeiro ano de cada mandato, a Prefeitura elabora um plano de metas e ações orçamentárias para quatro anos. Com isso, as políticas públicas têm sua execução garantida durante esse período. O PPA apresenta propostas de melhorias para a cidade, além dos investimentos previstos para cada área ao longo dos 48 meses. O plano precisa ainda indicar as fontes de recursos, bem como as metas e objetivos que devem ser alcançados e os órgãos que ficarão responsáveis pela sua execução.

O PPA deve ser enviado à Câmara Municipal, para que os vereadores analisem a proposta e dêem suas contribuições. O documento deverá ser votado até o final do ano, para que possa vigorar a partir do ano seguinte. Após a aprovação, com todas as contribuições, o PPA volta para o Poder Executivo para sanção do prefeito e é publicado, tornando-se lei. O PPA permanece em vigor durante quatro anos.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conoscoConteúdo de marcaConteúdo de marca
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por