MENU
BUSCAR
MEIO AMBIENTE

Secretaria de Verde forma turma de educadores ambientais em Mogi

Pasta inicia a formação da terceira turma do curso que será voltado para a região do Cocuera, com a participação de terá 41 alunos

O DiárioPublicado em 13/01/2022 às 18:12Atualizado há 3 dias
Divulgação/PMMC
Divulgação/PMMC

A Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente inicia a formação da terceira turma do curso de Educadores Ambientais Locais, que terá 41 alunos. Nesta quarta-feira (12/01) foi realizada a reunião para o primeiro módulo de formação, na Associação dos Agricultores de Cocuera.

A secretária municipal do Verde e Meio Ambiente, Michele de Sá Vieira, esteve no local e comentou a importância da ação realizada pela Administração Municipal: “Esta será a terceira turma do curso, que já levou conhecimento e informação para moradores de Jundiapeba e de Taiaçupeba. Uma característica importante é que temos sempre grupos diversificados, com pessoas de idades e experiências distintas. Isso contribui para enriquecer o processo de aprendizado. Com os 41 participantes da terceira turma, chegaremos a um total de 90 educadores ambientais formados em Mogi das Cruzes”, afirmou, lembrando que novos grupos serão criados.

A nova turma é voltada para os moradores da região do Cocuera, mas a Secretaria de Meio Ambiente também aceitou inscrições de pessoas de outros bairros. Michele lembra que, ao longo de 2021, o curso consolidou-se na cidade como uma ferramenta de construção da cidadania e de respeito ao meio ambiente.

O próximo encontro da terceira turma será realizado no dia 26 de janeiro, na Associação dos Agricultores de Cocuera. A formação tem cinco módulos, sendo um deles dedicado a uma visita ao Parque Municipal. Os módulos ocorrem entre 14h e 17h e, nos períodos entre as aulas presenciais, denominados de períodos entre módulos, os participantes realizam atividades junto à sua comunidade no sentido de divulgar a importância da participação de todos na construção da sustentabilidade socioambiental.

Entre os objetivos do curso, estão promover a sensibilização dos moradores frente ao tema, estimular o conhecimento sobre o território onde vivem e fomentar o planejamento de ações orientadas pelos paradigmas da sustentabilidade.

 Durante a formação também são abordados problemas socioambientais locais, como o descarte irregular de resíduos sólidos, o parcelamento irregular do solo, a poluição dos rios e córregos, a supressão da vegetação nativa, entre outros. Outra meta é tornar a legislação ambiental mais acessível à população, além de orientar as pessoas a elaborarem planos de ações coletivas.

 Formatura

A formatura das três primeiras turmas do curso será realizada no dia 22 de março – Dia da Árvore. A primeira turma reuniu moradores de Jundiapeba, Chácara Santo Ângelo, Conjunto Santo Ângelo, Santo Ângelo, Parque das Varinhas, Jardim Nove de Julho e Parque São Martinho. As aulas tiveram início no dia 2 de setembro e foram até o dia 14 de outubro.

Já a segunda turma reuniu moradores dos bairros Barroso, Pedra Branca, Pindorama, Quatinga, Taiaçupeba, Taquarussu e Vargem Grande. As aulas ocorreram entre os dias 27 de outubro e 8 de dezembro. Os participantes que tiverem pelo menos 80% de participação nas quatro etapas de formação receberão certificados.

ÚLTIMAS DE Cidades