Entrar
Perfil
PANDEMIA

Secretaria de Saúde confirma 25 novos casos de Ômicron em Mogi

Prefeitura registra 25 novos casos da variante na cidade, sendo 21 ocorrências notificadas neste mês e outras quatro em dezembro de 2021. Além desses, teve mais um caso registrado pela Pasta no final do ano.

Silvia Chimello
20/01/2022 às 19:30.
Atualizado em 20/01/2022 às 19:57

Variante Ômicron já se propaga em Mogi (Divulgação G1)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
ENTRAR
PANDEMIA

Secretaria de Saúde confirma 25 novos casos de Ômicron em Mogi

Prefeitura registra 25 novos casos da variante na cidade, sendo 21 ocorrências notificadas neste mês e outras quatro em dezembro de 2021. Além desses, teve mais um caso registrado pela Pasta no final do ano.

Silvia Chimello
20/01/2022 às 19:30.
Atualizado em 20/01/2022 às 19:57

Variante Ômicron já se propaga em Mogi (Divulgação G1)

A Secretaria de Saúde de Mogi das Cruzes informa que a cidade recebeu, na tarde desta quarta-feira (19), a confirmação de 25 casos da variante Ômicron do novo coronavírus. Deste total, 21 ocorrências foram registradas em janeiro, e outras quatro em dezembro do ano passado, totalizando, até o momento, 26 registros no município, que já tinha oficializado um caso isolado também no final de 2021.

De acordo com a Prefeitura, os dados foram informados pelo Grupo Técnico de Vigilância Epidemiológica do Governo do Estado (GVE), uma vez que o Instituto Adolfo Lutz é a única referência para esse tipo de análise, responsável pelo sequenciamento e identificação da nova cepa.

Como o cenário atual também apresenta um surto de gripe registrado em vários pontos do País, o secretário municipal de Saúde, Zeno Morrone, orienta que em casos assintomáticos ou com sintomas leves, a pessoa deve primeiro se tratar em casa e procurar a unidade de saúde apenas se os sintomas se agravarem (falta de ar ou febre persistente).

Este procedimento, como vem reforçando o secretário é para a segurança do próprio paciente: “Se ele estiver apenas com uma gripe, pode se arriscar a se contaminar por Covid se for precocemente a uma unidade referência para a doença”, alerta.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conoscoConteúdo de marcaConteúdo de marca
Copyright © - 2022 - O Diário de MogiÉ proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Desenvolvido por
Distribuído por