Entrar
Perfil
DESPEDIDA

Peter Vitek, missionário europeu, morreu no acidente da Estrada das Varinhas, em Mogi

Integrante há 17 anos da Associação São Lourenço, que acolhe crianças e jovens, no Distrito de Taiaçupeba, ele estava com um outro missionário, quando foi atropelado. Corpo deverá ser enterrado na Eslováquia

Eliane José
02/05/2022 às 14:07.
Atualizado em 02/05/2022 às 15:26

Peter Vitek viveu os últimos 17 anos em Mogi das Cruzes como missionário da Associação São Lourenço (Arquivo pessoal)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
DESPEDIDA

Peter Vitek, missionário europeu, morreu no acidente da Estrada das Varinhas, em Mogi

Integrante há 17 anos da Associação São Lourenço, que acolhe crianças e jovens, no Distrito de Taiaçupeba, ele estava com um outro missionário, quando foi atropelado. Corpo deverá ser enterrado na Eslováquia

Eliane José
02/05/2022 às 14:07.
Atualizado em 02/05/2022 às 15:26

Peter Vitek viveu os últimos 17 anos em Mogi das Cruzes como missionário da Associação São Lourenço (Arquivo pessoal)

O missionário Peter Vitek, da Associação São Lourenço, mantida pela organização religiosa italiana Comunitá Cenacolo, faleceu na tarde de domingo, na Estrada das Varinhas, após ser atropelado por um caminhão. Ele voltava de um treino de bicicleta, ao lado de outro missionário, Isaac Trejo, que teve fratura nos braços. Vitek tinha 46 anos e residia em Mogi das Cruzes, há 17 anos. Ele deverá ser enterrado na Eslováquia, onde nasceu e residem a mãe dele e irmãos. Ainda estão sendo providenciados os trâmites burocráticos para o traslado do corpo.

O triste e inesperado destino de Peter Vitek surpreendeu integrantes e assistidos da Associação São Lourenço, além da comunidade cristã da cidade.

O missionário será reconhecido pela entrega e dedicação a ações sociais e ao acolhimento dado a crianças, jovens e também adultos que, por algum momento, viveram debaixo do teto dessa organização religiosa cristã, conhecida por manter os portões abertos aos visitantes, em uma bem-cuidada propriedade rural.

Vitek lega como marca de vida o trabalho e dedicação humana, além de uma outra forte característica: era um artista que deixou suas obras em instalações da entidade, como o interior de capelas e locais destinados à oração.

Nos eventos, era o diretor artístico de teatros e apresentações musicais, como lembra a assistente social, Fabiana Sellito. Também cuidava de detalhes como cenários e o sistema de som.

"As crianças e jovens o amavam porque ele era um artista, era o nosso diretor de teatro, um pintor de talento. Estamos todos muito tristes. O nosso telefone não para de tocar desde ontem, quando o acidente aconteceu", comentou.

 Na estrada

Peter Vitek era reconhecido pelos cuidados com os equipamentos de segurança usados para os passeios de bike. Ele começou a praticar o ciclismo, recentemente, após ter sido presenteado com uma bicicleta. "Nós brincávamos que ele era cuidadoso ao extremo", disse a assistente social, contando que a opção de utilizar a Estrada das Varinhas se dava porque o acesso possui pequeno espaço para o acostamento. 

Quem chega à Associação São Lourenço costuma utilizar a rodovia Mogi-Taiaçupeba, de onde os radares foram retirados há algum tempo, e nunca mais retornaram. 

Na tarde de domingo (1), Peter e Trejo já retornavam para a casa, pela estrada Engenheiro Cândido do Rêgo Chaves, quando um caminhão que seguia pela contramão atropelou e matou o religoso. Já o amigo dele, que quebrou o braço, foi medicado na Santa Casa de Misericórdia e já está na entidade.

Vitek era solteiro e fez a opção da vida missionaria e religiosa há 25 anos, quando começou a atuar na comunidade Cenacolo, fundada pela religiosa Elvira Petrozzi, na Itália, para atender jovens dependentes químicos, em 1983. Com o passar do tempo e a expansão do trabalho a outros países, esse grupo missionário instalou-se em Mogi das Cruzes. Além de atender crianças e jovens, também se destaca por manter uma casa para o acolhimento a pessoa em tratamento da adicção química.

Outras comunidades lamentaram a morte de Peter como a dos Monges Calmadolenses, do Mosteiro da Transfiguração, instalada na Fazenda Tabor, pertencente à Diocese de Mogi das Cruzes.

Pelas redes socias, os monges lamentaram a partida do missionário que havia produzido um vídeo sobre a Páscoa.

 Na Eslováquia

A expectativa da Associação São Lourenço é de realizar o traslado do corpo do missionário para que ele possa ser enterrado no seu país de origem. Antes, deverá ser realizado alguma celebração religiosa na cidade.

O corpo do religioso ainda está no Instituto Médico Legal (IML) de Mogi das Cruzes.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conoscoConteúdo de marcaConteúdo de marca
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por