Entrar
Perfil
OBRAS

Pavimentação da estrada da Volta Fria começa em 15 dias, diz secretário em visita a Mogi

O secretário estadual de Logística e Transportes garantiu entrega da nova ponte do bairro e o asfaltamento deverá ser concluído em um período de um ano

Mariana Acioli
28/07/2022 às 14:49.
Atualizado em 28/07/2022 às 21:36

(Crédito: Mariana Acioli)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
OBRAS

Pavimentação da estrada da Volta Fria começa em 15 dias, diz secretário em visita a Mogi

O secretário estadual de Logística e Transportes garantiu entrega da nova ponte do bairro e o asfaltamento deverá ser concluído em um período de um ano

Mariana Acioli
28/07/2022 às 14:49.
Atualizado em 28/07/2022 às 21:36

(Crédito: Mariana Acioli)

“Meus pais moram aqui há mais de 50 anos e eu cresci e fui criada  na Volta Fria e posso afirmar que essa pavimentação tem sido esperada por décadas”. Assim, a diretora da Centro de Educação Infantil Municipal (CEIM) Luiza Conceição Silva, Vanessa Regina da Silva, fala sobre a expectativa para as obras na estrada da Volta Fria, região sem pavimentação, que nesta quarta-feira (28) recebeu a visita do secretário estadual de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto. Segundo ele, as obras para o asfaltamento da ligação entre a via perimetral, na Ponte Grande, e o Distrito de Jundiapeba, começam em 15 dias.

Com início da pavimentação daqui 15 dias, as obras na estradas da Volta Fria estão previstas para serem entregues no período de um ano. (Crédito: Mariana Acioli)

Após o longo tempo de espera dos moradores, passando por diferentes processos de licitações até a aprovação das obras, a região deve começar a receber os serviços preparatórios por volta do dia 12 de agosto. O mesmo pacote do Governo do Estado incluiu a estrada vicinal do Furuyama, que receberá a pavimentação, recuperação e modernização em um trecho total de 11,56 quilômetros.

“Estamos fazendo agora a liberação da via, toda a limpeza, preparando o terreno, que terá o projeto da drenagem, e a partir daí começará a recuperação e a colocação do pavimento. Importante lembrar que essa obra também abrange a estrada Furuyama que é necessária para se ter um anel viário”, esclarece o secretário.

(Crédito: Mariana Acioli)

Com investimentos de R$ 42 milhões, o projeto prevê a inclusão de 5,5 km da recuperação da estrada vicinal do Furuyama, que liga a estrada da Volta Fria, nas proximidades do bairro do Rio Abaixo.

Segundo Neto, a previsão para a entrega das vias asfaltadas e da nova ponte que substituirá a atual ponde de madeira no bairro, acontecerão em até um ano, em 2023.

“É uma obra longa, então estamos prevendo que em um intervalo de até um ano esteja tudo concluído e pronto para entregar essa nova facilidade para a população”, afirma.

Ponte

A construção de uma nova ponte está prevista entre as obras na estrada da Volta Fria (Crédito: Mariana Acioli)

No caso da ponte no rio Tietê, um acesso na Volta Fria que causa preocupação dos moradores pela precariedade e insegurança, foi informado pelo secretário que a construção de uma nova estrutura “está em processo licitatório”. Não há prazo, no entanto, para a construção do acesso que não pode receber veículos pesadas por causa da precariedade das vigas de madeira.

A vice-prefeita, Priscila Yamagami (PODE), afirmou que as obras na estrada da Volta Fria trarão dignidade aos moradores (Crédito: Mariana Acioli)

"De uma forma geral queremos trazer qualidade de vida para a população e fazer um trabalho que afete positivamente a todas as pessoas", ressaltou a vice-prefeita Priscila Yamagami (PODE).

Durante a agenda, ambém estiveram presentes o prefeito de Suzano, Rodrigo Ashiushi (PL), e vereadores de Mogi, como José Luiz Furtado (PSDB). 

Vanessa Regina da Silva, diretora do CEIM citada no início da matéria e moradora do bairro desde pequena, confirmou que há ansiedade pela entrega das vias pavimentadas.

"Nós temos que lavar a escola todos os dias e tem muita criança que sofre com rinite. Hoje, a pior situação para nós é a questão do pó da estrada de terra, esperamos que isso não exista mais", almejou Vanessa. 

Outras obras em andamento

Os serviços em 5 vias estão sendo realizados pelo DER (Departamento de Estradas de Rodagem), órgão ligado à Secretaria de Logística e Transportes, e totalizam investimentos de R$ 87,2 milhões.

No município de Mogi das Cruzes, a estrada do Taboão do Parateí, vicinal de ligação da rodovia Pedro Eroles (SP 088) à Via Dutra (BR 116), recebe melhorias em 20 kms de extensão com investimento de R$ 16,7 milhões. A via, que liga os municípios de Santa Isabel e Mogi das Cruzes, foi a primeira a ser vistoriada.

Em Itaquaquecetuba, a vistoria ocorreu na estrada do Bonsucesso, ligação da SP 056 à estrada da Água Chata, divisa com Guarulhos, com investimentos de R$ 12,3 milhões em 7,3 km extensão.

Neto também esteve nas estradas do Pinheirinho Novo e Velho, vicinal de ligação de bairros de Itaquá à SP 056, que tem previsto investimento de R$ 18,2 milhões, em uma extensão de 11 kms nos municípios de Suzano e Itaquaquecetuba.

Nestas duas últimas, o secretário foi acompanhado pelo prefeito de Itaquaquecetuba, Eduardo Boigues.

"O andamento destas obras em cidades do Alto Tietê confirma o compromisso da SLT com a região e fortalece ainda mais a malha rodoviária de todo o Estado de São Paulo", completou o secretário de Logística e Transportes.

As vicinais têm função relevante para os municípios ao facilitar o escoamento da produção, transporte escolar e acesso a diversos serviços fundamentais.

Em todo o Estado, o DER investe R$ 14 bilhões em 11,5 mil kms, em um total de 1.100 obras em estradas de SP.

  

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2023É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por