Entrar
Perfil
PROBLEMA

Paciente espera há quase um mês por cirurgia, no Hospital Regional de Ferraz

Familiares de Antonio Conceição do Nascimento, que está internado desde 31 de agosto, relatam que o procedimento já foi adiado duas vezes por falta de vaga na UTI e de anestesista

Carla Olivo
26/09/2022 às 18:37.
Atualizado em 26/09/2022 às 23:15

Na foto ao lado do neto Gabriel, Antonio aguarda cirurgia no Hospital Regional (Arquivo Pessoal)

Desde o último dia 31 de agosto, o aposentado Antonio Conceição do Nascimento está internado no Hospital Regional Dr. Osíris Florindo Coelho, em Ferraz de Vasconcelos, à espera da cirurgia de retirada de 40% do intestino devido às complicações causadas pela doença de chagas (megacolon chagasico).

O procedimento, primeiramente agendado para o último dia 16 de setembro, foi adiado para 23 deste mês, quando novamente precisou ser desmarcado pela unidade de saúde.

Segundo o professor universitário Wilson Farias Nascimento, 50 anos, filho do paciente, que mora em Suzano, a justificativa do hospital para não realizar a cirurgia até o momento foi, inicialmente, por ausência de vaga na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e, depois, devido à falta de médico anestesista.

"Hoje (ontem) me garantiram que, na sexta-feira agora, a cirurgia será realizada, porque o anestesista foi contratado. Mas não é só meu pai que enfrenta este problema. No hospital, vários pacientes estão há dias internados na mesma situação. O senhor que divide o quarto com ele está lá ainda há mais tempo, desde o dia 20 de agosto, também esperando por cirurgia", conta Nascimento.

Procurada pela reportagem, a Secretaria de Estado da Saúde informou, por meio de nota encaminhada por sua assessoria de imprensa, que para realização do procedimento cirúrgico do paciente é necessário seguir protocolo de segurança com vaga garantida em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), por se tratar de um procedimento de grande porte.

"Nas últimas duas sextas-feiras (dias 16 e 23), a unidade recebeu cirurgias de emergência, com risco iminente de vida, necessitando desta forma utilizar a vaga destinada ao paciente. Um novo procedimento foi agendado para esta semana e, neste período, o paciente é atendido e acompanhado por equipe médica multidisciplinar, tendo todos os cuidados necessários realizados", trouxe a nota enviada no início da noite desta segunda-feira (26) a O Diário.

Em Mogi das Cruzes, o aposentado Edson Bonifácio da Cunha, de 74 anos, segue internado na Santa Casa sem previsão para realizar a cirurgia de prótese no fêmur. Ele está no hospital há três meses esperando pelo procedimento. O provedor José Petreca disse que há fila de próteses e que os pacientes são atendidos dentro das possibilidades.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por