Entrar
Perfil
ALERTA

Mogi registra o primeiro caso da variante ômicron

A informação foi confirmada pela Secretaria Municipal de Saúde, após resultado do exame foi feito pelo Instituto Adolfo Lutz, responsável pelo sequenciamento e identificação da nova cepa.

O Diário
29/12/2021 às 19:07.
Atualizado em 29/12/2021 às 19:34

Cidade confirma primeiro caso da ômicron (Divulgação G1)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
ALERTA

Mogi registra o primeiro caso da variante ômicron

A informação foi confirmada pela Secretaria Municipal de Saúde, após resultado do exame foi feito pelo Instituto Adolfo Lutz, responsável pelo sequenciamento e identificação da nova cepa.

O Diário
29/12/2021 às 19:07.
Atualizado em 29/12/2021 às 19:34

Cidade confirma primeiro caso da ômicron (Divulgação G1)

Mogi das Cruzes teve a confirmação de um caso positivo da variante Ômicron no município, relativo a uma amostra coletada no início do mês de dezembro. A Secretaria Municipal de Saúde informa que o resultado do exame chegou hoje do Instituto Adolfo Lutz, responsável pelo sequenciamento e identificação da nova cepa.

De acordo com a pasta de Saúde, o paciente disse que esteve em um evento fora do município com mais de 200 participantes, dos quais quatro pessoas haviam chegado da África. Ele apresentava sintomas leves, foi acompanhado e orientado a quarentena, conforme os protocolos. Ao longo do monitoramento, não houve evolução para sintomas graves, permanecendo um quadro leve e hoje já está curado.

O secretário municipal de Saúde, Zeno Morrone Junior, afirma que "não há razão para pânico". Ele disse que "o paciente passa bem e ficou isolado no período de quarentena, sem risco de transmissão. Mesmo se tratando de um caso importado, a população de Mogi deve continuar atenta e manter os protocolos sanitários", lembrou.

A Prefeitura esclarece ainda que outros dois casos suspeitos que eram acompanhados pela pasta municipal não foram confirmados como sendo a nova cepa; um deles foi confirmado como a variante Delta e o outro resultou negativo para Covid.

Como o cenário atual também apresenta um surto de gripe registrado em vários pontos do País, o secretário orienta que em casos assintomáticos ou com sintomas leves de síndrome gripal, a pessoa deve primeiro se tratar em casa e procurar a unidade de saúde apenas se os sintomas se agravarem (falta de ar ou febre persistente). Este procedimento, como reforça Zeno, é para a segurança do próprio paciente: se ele estiver apenas com uma gripe, pode se arriscar a se contaminar por Covid se for precocemente a uma unidade referência para a doença.

"A unidade referência para testagem de Covid é o Hospital Municipal. Quando o paciente é atendido em um pronto atendimento, se não tiver sintomas graves, o protocolo indica o isolamento por pelo menos cinco dias. Os casos de síndrome gripal costumam melhorar neste período. Agora, se não houver melhora, o paciente é encaminhado ao Hospital Municipal, a unidade referência para o atendimento a casos suspeitos de Covid. Aí sim, conforme a avaliação médica, a testagem é realizada," conclui o secretário.

A Secretaria esclarece ainda que preparou atendimentos especiais para pacientes com sintomas de síndrome gripal no município neste período de surto. Veja os detalhes aqui.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conoscoConteúdo de marcaConteúdo de marca
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por