Entrar
Perfil
INCLUSÃO

Mogi receberá a “1ª Conferência do Autismo e Seus Bastidores” neste sábado

O evento trará além de palestrantes experientes no assunto, como também petições e abaixos assinados focados em propor políticas públicas para as pessoas dentro do espectro autista

Mariana Acioli
03/08/2022 às 11:19.
Atualizado em 03/08/2022 às 11:19

Diiva Battista, idealizadora da 1ª Conferência do Autismo, junto de seu filho Luigi (Crédito: Daniela Cunha)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
INCLUSÃO

Mogi receberá a “1ª Conferência do Autismo e Seus Bastidores” neste sábado

O evento trará além de palestrantes experientes no assunto, como também petições e abaixos assinados focados em propor políticas públicas para as pessoas dentro do espectro autista

Mariana Acioli
03/08/2022 às 11:19.
Atualizado em 03/08/2022 às 11:19

Diiva Battista, idealizadora da 1ª Conferência do Autismo, junto de seu filho Luigi (Crédito: Daniela Cunha)

O Transtorno do Espectro Autista (TEA) ainda é pauta de muitos tabus na sociedade, e infelizmente, é a desinformação que justifica o preconceito contra as pessoas que têm o transtorno. Foi pensando nessa realidade e na de milhares de famílias que convivem com as batalhas do TEA que a “1ª Conferência do Autismo e Seus Bastidores” acontecerá neste sábado (06), em Mogi das Cruzes.

Reunindo diferentes profissionais da área da saúde e mães que vivenciam diariamente a luta da maternidade que se potencializa quando se tem um filho que tem o TEA, nomeadas mães “atípicas” - termo criado para se referir tanto às pessoas com autismo, quanto aos cuidadores, como pais ou mães atípicos -, se evidenciará esses “bastidores” para destacar experiências em conjunto das informações.

Através de diferentes tópicos, a conferência abordará temas que não se limitam apenas ao cuidado com a pessoa autista, mas também trará possibilidades de tratamentos, assuntos relacionados a educação, assistência social, cultura e outros.

A idealizadora do evento, Diiva Battista, em entrevista a O Diário, ressaltou a importância da data que ecoará além das palestras.

“Nessa conferência nós teremos várias petições para políticas públicas, já estão todas prontas. Também  preparamos  documentos sobre os tópicos abordados. Não queremos um evento para aparecer, mas para fazer as coisas acontecerem de fato e para que nós consigamos trabalhar com o apoio do poder público e das entidades”, destacou Diiva, presidente do Instituto Resiliência Azul.

Diiva, mãe atípica do Luigi e do Bruno, se motivou para a criação do evento graças à necessidade que sentia em expandir os caminhos para ajudar outras famílias e a si mesma devido à um processo de luto com o diagnóstico dos filhos. Hoje é idealizadora da primeira edição do evento focado no autismo e em paralelo, está à frente de uma ONG que luta pelos direitos e inclusão dessas pessoas.

A conferência

O evento se dividirá em cinco partes. Entre elas, está a discussão para a formação de um conselho municipal específico ao autismo e a indicação de projetos de lei. Serão apresentadas três palestras sobre Políticas de Inclusão de Lugares; Saúde Mental e Tratamento Canábico e Deficiência Invisível.

Três mães atípicas são as convidadas para as palestras: Emília Giovanni, técnica de farmácia, fundadora do Movimento Viver Ítalo; Ana Paula, advogada, ativista e diretora jurídica do Instituto Resiliência Azul e a Kátia Carvalhaes, vice presidente da ONG.

Ao final da conferência haverá uma comemoração pelos três anos da ONG Resiliência Azul e Diiva fez questão de lembrar que o ambiente será para toda a família, pensando especialmente nos convidados com TEA.

A conferência tem vagas limitadas, mas a procura pelo evento gera expectativas para as próximas edições. 

A “1ª Conferência do Autismo e seus Bastidores”, que tem como um dos apoiadores o pastor Ronaldo Resende, acontecerá a partir das 10 horas na UAPEMC, localizado na rua dos Aposentados, número 495, no Alto do Ipiranga, em Mogi das Cruzes, neste sábado (06).

As famílias que participarem do evento garantirão credenciais e certificados para Famílias Atípicas.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por