Entrar
Perfil
Eleições 2020

Michael Della Torre prega o fim da corrupção

Silvia Chimello
31/10/2020 às 01:30.
Atualizado em 31/10/2020 às 06:55

ADVOGADO Aos 35 anos, Michael Della Torre se apresenta como uma "terceira via" (Divulgação)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
Eleições 2020

Michael Della Torre prega o fim da corrupção

Silvia Chimello
31/10/2020 às 01:30.
Atualizado em 31/10/2020 às 06:55

ADVOGADO Aos 35 anos, Michael Della Torre se apresenta como uma "terceira via" (Divulgação)

Estreante na política, o advogado Michael Della Torre Neto, do PTC, 35 anos, se apresenta como uma nova opção de governo para a cidade, uma espécie de terceira via para a população, com propostas de “independência política”, enxugamento da máquina e planos para geração de empregos, ensino profissionalizantes, investimentos em segurança, saúde e desenvolvimento econômico.

O candidato mogiano, com experiência na área empresarial e carreira de 12 anos na advocacia, afirma que está credenciado e “preparado” para o cargo, porque tem “experiência de vida, de gestão, capacidade técnica e de planejamento suficiente para administrar a cidade”.

Carregando...

Della Torre explica que entrou na disputa por indicação de um grupo político que “quer renovação” e o lançou para representar o partido na disputa.  “Não foi uma escolha pessoal ou uma ambição, foi uma escolha em conjunto, projeto de grupo, mas estou preparado para administrar a cidade de Mogi das Cruzes”, reforça o candidato, citando o seu currículo.

Se for eleito para o cargo, o candidato disse que pretende fazer “tudo diferente” por meio de uma gestão inovadora, de combate à corrupção. “Sobretudo o que garante que você saia da corrupção é ter independência política, porque se você não tem a obrigatoriedade com legendas partidárias, terá liberdade para nomear seus secretários sem amarras ou interesses políticos, isso ajuda a combater e diminuir a corrupção na cidade”, observa o advogado.

Para estimular investimentos, empreendedorismo, ampliar oferta de empregos e manter o funcionamento de todos os equipamentos públicos, ele propõe enxugamento da máquina administrativa, mais controle dos gastos públicos, redução do número de funcionários comissionados, integração das secretarias que tem funções semelhantes e a implantação de um gabinete de controle de qualidade dos serviços públicos municipais, “que por si só vai gerar uma economia, sobrando dinheiro para outras áreas”.

A crise econômica, de acordo com o candidato, é uma preocupação que o plano de governo dele teve em relação à retomada, sugerindo alternativas para viabilizar esse processo. Entre as propostas estão incluídas a flexibilização de algumas normas do comércio, como da revogação da lei Mogi Mais Viva, para implantar “uma lei mais flexível que dê independência de trabalho ao comerciante e geração de renda na cidade, que possa atrair empresas para criar mais empregos, e por consequência, as pessoas passariam a gastar mais e gerar economia”.

PLANOS PARA SAÚDE, TRâNSITO E COLETA SELETIVA

O plano de governo do candidato a prefeito de Mogi pelo PTC, Michael Della Torre Neto, privilegia a área da saúde com 31 tópicos, subdivididos em saúde física, mental e social e gestão de saúde. Na Saúde Física, tem o ‘Bem Viver’, programa para ampliar e qualificar a rede de atenção especializada, diminuindo o tempo de espera de consultas, exames e cirurgias. Para a Saúde Mental, o programa é o ‘Resgate’, com ampliação de núcleos dedicados a estes pacientes. A Saúde Social, o projeto ‘Mogi Inclui’, que é um projeto com parceria internacional de inclusão social. 
O prefeiturável tem propostas também para enfrentar os problemas de mobilidade, “uma questão que dever que ser resolvida a médio e longo prazo, com a construção de anel viário, a eliminação de todas as passagens de nível, por meio de recursos captados em Parcerias Público Privado (PPP) e União”. Para atrair empresas pretende investir em infraestrutura, capacitação profissional, programa menor aprendiz. Contra a política de assistencialismo, Della Torre, que na opinião dele, benefícios devem ser apenas “temporários”. A ideia é encaminhar as pessoas para o trabalho. O candidato destaca projetos de combate ao deficit habitacional, planos para a área ambiental e destinação final do lixo, ampliação da coleta seletiva, criação de cooperativas, implantação de um centro de reciclagem 3D, para que através do lixo seja possível criar produtos para revender inclusive, no comércio local e para novos comerciantes. 

PERFIL

Nome: Michael Della Torre Neto, 35 anos
Formação: Direito
Profissão: advogado
Casado: união estável, 2 filhos

Bandeiras
Combater a corrupção: Com a renovação política que deve ser expressada nas urnas.
Controle de gastos públicos: Com a economia gerada é possível investir em outras áreas.

Redes Sociais
Facebook: https://www.facebook.com/michaeladvogado
Número de seguidores: 2793
Perfil – Jovem e adulto
Lives por semana: Duas
Reivindicações dos seguidores: Saneamento, mobilidade urbana, saúde e segurança.

Pessoal
Religião: Evangélico
Hobby e Lazer: Leitura, assistir jogo do Corinthians e viajar.
Livro: A Bíblia
Filme: A procura da felicidade
Uma frase: Não importa qual é o seu trabalho. Faça-o como se dele dependesse o mundo.

Bombeiro e Valverder serão os próximos da série

A edição deste sábado (31) traz as reportagens com os candidatos Marcus Melo  e  Michael Della Torre. Já foram divulgadas as entrevistas com Caio Cunha e Fred Costa. Os próximos serão Miguel Bombeiro (PROS) e Rodrigo Valverde (PT).         

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conoscoConteúdo de marcaConteúdo de marca
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por