A vereadora Malu Fernandes (SDD) solicitou ao Executivo nesta terça-feira (23) a criação de um curso pré-vestibular gratuito para os estudantes mogianos. O Cursinho Pré-Vestibular para o Exame Nacional do Ensino Médio e demais vestibulares (CPEM) tem como objetivo “promover a inclusão de alunos de baixa renda oriundos de escolas públicas, bolsistas de escolas particulares com renda familiar por pessoa de até dois salários mínimos e jovens em situação de vulnerabilidade”.

O principal argumento em defesa do projeto é que ele seja uma das "ferramentas necessárias para que esses estudantes possam disputar com alunos de condições sociais diferentes um espaço nas instituições de ensino superior, de forma igualitária".

“A minha trajetória é pautada por muito empenho, mas também por oportunidades. O Cursinho Mogiano foi um grande influenciador para que eu chegasse onde estou agora, sendo bolsista na Fundação Getúlio Vargas (FGV). Mas e quem não tem esse privilégio? Precisamos criar caminhos para que todos os jovens possam sonhar, dando acesso igualitário ao ensino e oferecendo as ferramentas necessárias para que eles construam seu futuro”, declarou a parlamentar.

O projeto, que já foi implementado em cidades como São Roque, Santana de Parnaíba e Itapevi, foi uma sugestão do professor Renato Lemos, idealizador do projeto CPEM e coordenador do Cursinho Mogiano.

Ele espera impactar positivamente também outros fatores estruturais da sociedade, como a exclusão social, criminalidade e pobreza extrema, além de contribuir com a construção de uma mão de obra qualificada para Mogi das Cruzes e região.

As aulas terão como foco a valorização da participação ativa, crítica e colaborativa dos estudantes, na busca pela formação de pessoas que atuem como agentes transformadores a partir de sua realidade social.

O pedido foi encaminhado ao Executivo e passará por análise. Se aprovado, o cursinho deve ser ofertado pela Escola de Empreendedorismo de Mogi das Cruzes.