A última atualização da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, divulgada na noite desta terça-feira (8), aponta que o Hospital Luzia de Pinho Melo, no Mogilar, é o único do Alto Tietê que ainda tem vagas na enfermaria Covid. Os leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UIT) estão todos ocupados, assim como acontece no Hospital Regional de Ferraz e No Santa Marcelina de Itaquaquecetuba, que estão com 100% de ocupação também na enfermaria.

No Luzia, são 46 leitos de enfermaria com 63% de ocupação e 33 de UTI que estão ocupados. No Regional de Ferraz são 26 leitos de UTI e 26 de enfermaria, enquanto o Santa Marcelina opera com 10 leitos de UTI e 20 de enfermaria. Em ambos, os leitos estão todos ocupados.

No Hospital Dr. Arnaldo Pezzuti, em Jundiapeba, já estão em funcionamento 20 leitos de enfermaria com ocupação de 63% e os 10 leitos de UTI com 90% de ocupação. A pasta da Saúde ressalta que é importante destacar que essas taxas de ocupação variam no decorrer do dia em virtude de fatores como altas, óbitos ou transferências para leitos de enfermaria ou UTI, por exemplo.

A proposta para o Dr. Arnaldo é abrir, ao todo, 90 vagas exclusivas para tratamento da Covid-19, sendo 40 de UTI e 50 de enfermaria. Inicialmente, a promessa era de que a implementação gradativa seria feito até o final de março. Agora, o Estado não tem uma nova data.

Por meio de nota, a Secretaria afirmou que “o Estado de São Paulo tem o compromisso de fortalecer a rede para garantir atendimento a todos que precisarem. Neste sentido, o Governo do Estado ampliou o número de leitos nos hospitais estaduais do Alto Tietê, a exemplo do Arnaldo Pezzuti, que começou a operar com 30 novos leitos e está implantando os outros gradativamente”.

A pasta ressalta ainda que neste ano também foram ampliados leitos no Hospital Luzia de Pinho Melo, Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos e Hospital Padre Bento, em Guarulhos, além da assistência para casos de Covid-19 no HC de Suzano. Em 2020, foram repassados R$34,9 milhões para fortalecer a assistência para casos de Covid na região do Alto Tietê. Além disso, foram enviados mais de 130 respiradores pelo Governo de SP para a Região.

Cenário Regional

A Secretaria de Estado da Saúde mantém o monitoramento do cenário da Covid-19 em todas as regiões. Ontem, (7) a taxa de ocupação na Grande São Paulo chegou a 88% de UTI e 75,4% em enfermaria. A sobrecarga na rede de saúde é uma realidade em diversos locais e os serviços do SUS esforçam-se para garantir assistência adequada e oportuna a todos.