Entrar
Perfil
TRADIÇÃO

Festa do Divino começa na próxima quinta-feira (26), em Mogi, com novidades

Programação ainda será restrita à parte religiosa, mas contará com Caminhada pela Paz e Bem e volta das alvoradas às ruas e da Procissão de Pentecostes

Carla Olivo
19/05/2022 às 17:11.
Atualizado em 19/05/2022 às 18:42

Festa do Divino Espírito de Santo de Mogi começa na próxima quinta-feira (26) (Arquivo)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
TRADIÇÃO

Festa do Divino começa na próxima quinta-feira (26), em Mogi, com novidades

Programação ainda será restrita à parte religiosa, mas contará com Caminhada pela Paz e Bem e volta das alvoradas às ruas e da Procissão de Pentecostes

Carla Olivo
19/05/2022 às 17:11.
Atualizado em 19/05/2022 às 18:42

Festa do Divino Espírito de Santo de Mogi começa na próxima quinta-feira (26) (Arquivo)

A tradicional Festa do Divino Espírito Santo de Mogi das Cruzes começará na próxima quinta-feira (26), com programação ainda restrita e focada na parte religiosa, como acontece desde 2020, quando teve início a pandemia de Covid-19. No entanto haverá novidades, como a Passeata pela Paz e Bem, no sábado (4), a partir das 11 horas, e o retorno das alvoradas nas ruas da cidade e da Procissão de Pentecostes, no encerramento (5).

Neste ano, a exemplo dos dois anteriores, também não haverá quermesse, Entrada dos Palmitos, Afogado do Povo e a Passeata das Bandeiras, que fazem parte da programação folclórica da festa e costumam reunir um número maior de pessoas.

Com o tema "Divino Espírito Santo, fazei de mim um instrumento de vossa paz", o principal evento religioso e folclórico da cidade será comandado pelos festeiros Ricardo Lima da Costa e Denise Rezende da Costa e pelos capitães de mastro Eduardo Ferreira Rego e Milena da Costa Freire Rego, e acontecerá no período entre os dias 26 de maio e 5 de junho.

Segundo o festeiro, a quermesse não acontecerá por causa da inviabilidade de tempo e financeira, já que exige investimento alto e ainda existe a falta de segurança sobre o retorno de público na edição deste ano. "No momento que tivemos que tomar esta decisão, o aspecto sanitário não era mais impeditivo, até porque, tivemos como exemplo o Akimtasuri, que aconteceu normalmente e não houve problema sanitário. Mas não tínhamos tempo suficiente para viabilizar que pudéssemos buscar patrocínios e garantir que a quermesse acontecesse, já que a Festa do Divino se socorre do esforço das entidades e dos parceiros. A reunião dos esforços não foi suficiente para fazer a festa do modo que acontecia antes da pandemia sem que houvesse potencial risco de prejuízo", explica.

Da mesma forma, ainda de acordo com o festeiro, a Entrada dos Palmeitos é bastante complexa e exige investimento financeiro. "Esta parte da programação é como se fosse um evento dentro da própria festa, com uma complexidade grande, além dos contatos que precisam ser feitos com antecedência com cavaleiros e grupos que transportam os animais, acompanhamento de vacinação destes animais, acolhimento e toda a logística. Então, não mostrou viabilidade", considera.

Outra decisão que precisou ser adotada neste ano, o cancelamento da Passeata das Bandeiras, se fez para preservação do acesso de grupo que não se teria controle, na casa das pessoas que ainda se sentem inseguras por conta da pandemia. "Este é o ano em que não temos previsibilidade do número de público nas ações. Olhar para o histórico não é suficiente para afirmar que os devotos retornarão ou que não teremos novos devotos, porque a pandemia aflorou o espírito de religiosidade e existe um clima de gratidão pelo dom da vida e da saúde", avalia.

Já em substituição do Afogado do Povo, que também não ocorreu no ano passado, haverá novamente o Afogado da Caridade, que irá beneficiar cerca de 100 pessoas atendidas pela Casa de Assis e pelo Instituto Pró+Vida São Sebastião, com a distribuição do tradicional prato, a fim de manter a tradição de acolher os menos favorecidos.

A parte religiosa, com alvoradas e novenas, estão mantidas com novidades. A primeira procissão, que começa às 5 horas, que no ano passado ficou restrita ao interior da Catedral de Santana, voltará a percorrer as ruas da cidadae, incluindo a visita ao Cemitério São Salvador e a benção aos pacientes da Santa Casa de Mogi. "A novena já aconteceu na integralidade no ano passado, mas com 70% da capacidade da Catedral. Agora, não haverá necessidade de reserva", revela o festeiro.

Outra novidade é o Café da Alvorada, que voltará ser servido neste ano, mas com algumas mudanças. Em vez de acontecer no interior do salão paroquial da Catedral, ele acontecerá em um corredor entre as ruas José Bonifácio e Dr. Paulo Frontim, formado em área da Catedral que dá acesso às duas vias.

O ponto alto da programação promete ser a Procissão de Pentecostes, no último domingo (5). "Nos últimos dois anos não teve, mas agora, com a graça de Deus, conseguiremos fazer a procissão, com adaptações, não no tamanho que sempre foi, mas com as paradas dos 7 dons", conta o festeiro.

Ele também revela que os organizadores do evento estão conversando com as entidades que geralmente participam da quermesse para que desenvolvam, em seus endereços e por conta própria, a venda de alguns quitutes da quermesse, inclusive no siste drive thru. "Estamos incentivando para que realizem esta atividade, mas as entidades também dependem de donativos e voluntários e, por causa da pandemia, estamos vivendo uma realidade diferente", frisa.

Também novidade na programação está a Passeata pela Paz e Bem, às 11 horas, com saída da Praça Oswaldo Cruz rumo à Catedral de Santana, onde haverá a benção do bispo dom Pedro Luiz Stringhini. "Neste evento, que é estendido a todos os devotos, haverá apresentação de grupos folclóricos que estariam na Entrada dos Palmitos", completa o festeiro.

A programação completa pode ser conferida no site www.festadodivino.org.br ou no Facebook Festa do Divino de Mogi das Cruzes.

  

  

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por