Entrar
Perfil
DESCASO

Familiares ficam presos em cemitério de Itaquá e precisam pular muro para ir embora

Fato aconteceu neste domingo (13), no Cemitério Morada da Paz, após sepultamento; a Prefeitura de Itaquaquecetuba se posicionou dizendo que lamenta o ocorrido

Mariana Acioli
14/03/2022 às 14:50.
Atualizado em 14/03/2022 às 15:56

Um vídeo viralizou neste domingo (13) registrando pessoas com dificuldade, pulando o muro do Cemitério Morada da Paz, em Itaquaquecetuba, para poder ir embora após o sepultamento de um parente. Todos precisaram pular o muro para conseguir sair do local, inclusive os idosos, que necessitaram de ajuda extra.

Questionada sobre a situação, a administração da cidade se limitou apenas a informar os horários de funcionamento do local, aberto para visitação das 8h às 17h, expressando que lamenta o ocorrido.

“Se alguém me contasse, eu não acreditaria, mas como estou presenciando, fui obrigada a filmar esse momento memorável de Itaquaquecetuba. Administração? Será que temos?”, narra Yasmin Evelin, autora do vídeo que está circulando nas redes sociais.

Maria de Fátima Santana Genistretti, conhecida do falecido que foi vítima de um acidente de moto, esteve presente no sepultamento neste domingo (13) e relatou situação que enfrentou com a mãe idosa. “Uma situação inacreditável. Minha mãe tem 64 anos, uma prótese no joelho, anda de bengala e foi obrigada a pular o muro do cemitério”, explicou.

Em entrevista a O Diário, Maria ainda expressou indignação com o tratamento dos funcionários do local que não esperaram o horário de fechamento para trancar o portão ou ao menos avisar os que estavam no local de que o cemitério seria fechado em poucos minutos.

Em post nas redes sociais, com mais de 700 comentários, é possível constatar que situação não é fato isolado e outros munícipes já enfrentaram algo parecido. “No ano retrasado, eu, meu irmão, minha filha e minha cunhada fomos visitar o túmulo da minha mãe e ficamos trancados. Achei um absurdo!”, comentou Adriana Aparecida, em postagem do vídeo.

Em outros comentários, a maioria faz duras críticas à administração do cemitério e também à prefeitura da cidade.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conoscoConteúdo de marcaConteúdo de marca
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por