Entrar
Perfil
SAÚDE

Família crítica demora para início de tratamento oncológico de paciente no Luzia

Neide dos Santos Vicente, 64 anos, aguarda o começo das sessões de quimioterapia, indicadas para tratar câncer na coluna

Carla Olivo
30/11/2022 às 15:38.
Atualizado em 30/11/2022 às 20:15

Paciente aguarda início de tratamento oncológico no Hospital Luzia de Pinho Melo

A família da paciente Neide dos Santos Vicente, 64 anos, reclama da demora para o início do tratamento oncológico no Hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes.

Segundo a cunhada dela, Sandra Hirata, a familiar está com diagnóstico de câncer na coluna, mas enfrenta dificuldades para realizar sessões de quimioterapia, indicadas para o tratamento, na unidade de saúde da cidade. "Marcamos consulta no hospital e ela chegou a fazer exames. Na hora da consulta com o médico, ele disse que não acompanharia o caso dela porque ele iria se aposentar, mas deixaria pedido de quimioterapia. Depois liguei lá e eles disseram que o médico não havia deixado o pedido. AGora, com muita luta, consegui uma consulta no dia 28 de novembro, mas desmarcaram e não deram satisfação. Aí, ligue na ouvidoria e eles, com muita dificuldade, disseram que não tem médico para atender. Foram todos dispensados", relata Sandra.

Ela conta, ainda, que nesta segunda-feira (28), os atendentes do hospital pediram para ela comparecer à unidade para passar com enfermeiro, apenas para receber medicamentos de alívio da dor.

Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado da Saúde descartou a informação de dispensa dos médico e disse que a paciente deve ser atendida em nova consulta no início de dezembro. "O Hospital Luzia de Pinho Melo informa que a paciente N.S.V. foi encaminhada para atendimento na unidade após passar por cirurgia na coluna pelo Hospital Padre Bento. Em 14 de outubro, a paciente foi atendida na unidade pelo especialista em Oncologia, quando foi sugerido a procedimento de quimioterapia, após o exame de ressonância magnética, que não foi realizado por falta de contraste no mercado. A paciente possui agendamento com o oncologista no início de dezembro e será informada da data. O hospital destaca que não procede a informação de que todos os médicos da unidade teriam sido dispensados. Os atendimentos estão ocorrendo normalmente", trouxe a nota encaminhada pela pasta a O Diário.

 
Atenciosamente,

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2023É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por