MENU
BUSCAR
QUEDA NOS INDICADORES

Estado e Condemat desmobilizam leitos para tratar pacientes com a Covid-19 no Alto Tietê

Leitos dos hospitais Auxiliar de Suzano e Luzia de Pinho Melo foram desativados.

O DiárioPublicado em 09/09/2021 às 07:01Atualizado há 14 dias
Arquivo/O Diário
Arquivo/O Diário

O governo do estado de São Paulo e o Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (Condemat) desmobilizaram leitos exclusivos para tratar pacientes com a Covid-19. 

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, o hospital Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes, desativou as alas de enfermaria, com 33 leitos, e a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com 10 leitos, que estavam reservados para tratar os pacientes com a doença. 

De acordo com a pasta estadual, a medida foi adotada a fim de reforçar o atendimento a pacientes com outras doenças. 

Já no hospital Auxiliar de Suzano, o Condemat divulgou que, após 150 dias em funcionamento, a ala de UTI Covid, implantada no hospital das Clínicas de Suzano, por meio de parceria entre o Condemat, o governo do estado, e a Prefeitura de Suzano, foi desmobilizada na última semana, em razão da diminuição da demanda de pacientes por internação.

O complexo começou a funcionar no início de abril, com contratação inicial para 90 dias, prorrogada por mais 60 dias. 

A abertura da ala possibilitou ainda a contratação de aproximadamente 200 profissionais, que atuaram na linha de frente do combate à pandemia.

Mesmo com a redução nas estatísticas de Covid, o Condemat, em parceria com os deputados da região, segue em tratativas junto ao Governo do Estado para que a estrutura da unidade hospitalar continue de portas abertas para a região do Alto Tietê.

  

ÚLTIMAS DE Cidades