MENU
BUSCAR
ESTRATÉGIAS

Estado detalha vacinação de adolescentes e a 2ª doses de gestantes que tomaram AstraZeneca

Jean Gorinchteyn, secretário de estado da Saúde, explicou que campanha será divididas entre as pessoas a partir de 12 anos que tenham comorbidades, síndromes ou gestantes, e os que não estão nessas condições.

Natan Lira Publicado em 22/07/2021 às 14:04Atualizado há 6 dias
Eisner Soares/O Diário
Eisner Soares/O Diário

O secretário de estado da Saúde, Jean Gorinchteyn, falou em visita ao Alto Tietê do início da vacinação de adolescentes a partir de 12 anos, em 23 de agosto, e também que as mulheres gestantes que tomaram a primeira dose da vacina contra a Covid-19 da AstraZeneca, receberão a segunda dose do imunizantes da Pfizer. O assunto foi tratado durante a entrega da ala psiquiátrica do Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos, na manhã desta quinta-feira (22).

Apesar de já ter divulgado o calendário de vacinação dos adolescentes, o titular da pasta detalhou que, na primeira semana da campanha, serão beneficiadas as pessoas a partir de 12 anos que tenham alguma comorbidade, portadores de síndromes ou estejam grávidas. “Existe uma prerrogativa de vacinação com a Pfizer”, explicou.

Já as cerca de 8,9 mil mulheres grávidas que receberam a vacina da AstraZeneca no estado, após 12 semanas vão receber a dose de reforço do imunizante Pfizer. A aplicação começa nesta sexta-feira (23), para quem já está no prazo.

“Isso foi baseado em evidências clínicas e dado suporte não só pelo Centro de Contingência, formado por médicos e cientistas, mas também pela Sociedade Paulista de Ginecologia e Obstetricia, entendendo que hoje nós temos o dobro de óbitos de mulheres grávidas e, se nós cobramos da população a tomada da segunda dose para a sua proteção efetiva, não é justo que essas mulheres que têm mais risco sejam abandonadas e esquecidas”, detalhou.

ÚLTIMAS DE Cidades