Mogi das Cruzes deve contar com a abertura de mais 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para pacientes com a Covid-19 no Hospital das Clinicas Luzia de Pinho Melo, no Mogilar, que hoje opera no limite de sua capacidade de ocupação. Outros 20 leitos devem ser abertos em mais duas unidades de saúde do Alto Tietê. Até agora não há confirmação sobre disponibilidade de vagas no Hospital Dr. Arnaldo Pezzuti Cavalcanti, em Jundiapeba.

A informação foi confirmada no início da noite desta quarta-feira (6), em nota divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde, que deve começar a abrir as vagas já nesta semana para ajudar a fortalecer a assistência de casos de Covid-19 na região.

Além do Luzia, serão abertos 10 dez leitos no Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos, e outros 10 no Hospital Padre Bento, em Guarulhos. Todas as unidades já são referência para tratamento da doença na região.

A medida, segundo a pasta, vai triplicar a capacidade da Terapia Intensiva do Luzia de Pinho Melo, que passará a contar com 30 leitos exclusivos para os pacientes contaminados com o novo coronavírus. O Regional de Ferraz passará a ter 26 leitos de UTI, e Padre Bento ficará com 28 leitos.

O secretário de Estado da Saúde, Jean Gorinchteyn, alega que o governo está em constante monitoramento para reforçar a rede hospitalar a fim de enfrentar a pandemia. “Diante do cenário epidemiológico da Covid-19 em todo o mundo, decidimos ampliar os leitos de Terapia Intensiva do Alto Tietê para continuar garantindo assistência a todos que precisarem", afirma.  

Segundo a Pasta, todas as ativações de leitos feitas pela Secretaria “são fruto de análise técnica, monitoramento contínuo do cenário da Covid-19 e do planejamento da rede, visando salvar vidas e assegurar atendimento igualitário à população”.

A taxa de ocupação na Grande São Paulo, incluindo o Alto Tietê, é de 65,2% de UTI e 51,6% em enfermaria.