Entrar
Perfil
CELEBRAÇÃO

Em Mogi, comunidade do Socorro confecciona tapete de Corpus Christi

Tapete foi montado na praça, em frente à paróquia Nossa Senhora do Socorro, que providenciou um altar do lado externo para realizar a missa campal

Silvia Chimello
16/06/2022 às 15:42.
Atualizado em 16/06/2022 às 17:02

Paróquia Nossa Senhora do Socorro confecciona o tapete para celebrar Corpus Christi na praça (José Luzifram)

O Largo do Socorro foi enfeitado nesta quinta-feira com o tapete de Corpus Christi, confeccionado pela comunidade da paróquia Nossa Senhora do Socorro, em homenagem a data. Essa é uma tradição católica para celebrar a eucaristia, que representa o corpo e o sangue de Jesus Cristo.

Pela primeira vez o tapete foi montado na praça, em frente à igreja, que providenciou um altar do lado externo para realizar a missa campal, procedida de uma procissão no entorno da paróquia, com participação expressiva de fiéis.

Padre Michel realiza a missa campal no Largo do Socorro, em frente à igreja (Divulgação/José Luzifram)

O coordenador da Pastoral da Paróquia, José Luzifram Viana de Souza explica que antes o tapete era montado no interior da igreja, mas o padre Michel dos Santos assumiu o comando como pároco este ano e decidiu fazer o ornamento na praça para chamar a atenção das pessoas e atrair os fiéis para participar das celebrações.

“Isso deu certo, porque a praça é um local de passagem e todos que passavam paravam para ver o trabalho, elogiar e tirar fotos do nosso tapete”, disse ele.

Os desenhos foram confeccionados por uma equipe de mais de 20 pessoas da comunidade. Todos acordaram cedo e começaram os trabalhos por volta das seis horas para dar tempo de concluir no período da manhã.

Equipe começou o trabalho no inicio da manhã (Divulgação/José Luzifram)

Luzifram explica que os desenhos foram planejados com antecedência, inspirados no significado de Corpus Christi, com imagens do Espirito Santo, do ostensório, do cordeiro, da cruz, da igreja com Nossa Senhora de braços abertos. Tudo relacionado a data.

A equipe utilizou pó de serra, areia colorida e borra de café para fazer o tapete, que tem 30 metros de extensão de dois de largura.

Muitas paróquias da Diocese de Mogi  também confeccionaram o tapete para manter viva a tradição de Corpus Christi e comemorar a instituição do Santíssimo Sacramento da Eucaristia. 

Os tapetes de Corpus Christi têm origem portuguesa e vieram ao Brasil na época da colonização. A prática remete à acolhida de Jesus em Jerusalém. A tradição cristã conta que, na ocasião, as pessoas cobriram as ruas de ramos e mantos para a passagem do Messias.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por