Em meio ao recrudescimento da pandemia em São Paulo, o governador João Doria (PSDB) acaba de anunciar a reclassificação para fases mais restritivas de seis regiões do Estado, incluindo Mogi das Cruzes e demais cidades da Grande São Paulo.

O Alto Tietê e a Grande São Paulo, além de Sorocaba e Registro, saíram da fase amarela para a laranja; Nessa etapa, todos os estabelecimentos liberados pela Amarela podem funcionar, mas até as 20h (em vez de 22h), com até 40% de ocupação e funcionamento de até 8 horas por dia.

Já Marília e Ribeirão Preto foram da laranja para a vermelha. Somente a região de Piracicaba teve melhora e foi para a fase amarela. As demais não tiveram mudanças.

Segundo a secretária estadual de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen, mais de 70% da população do Estado está na fase laranja. Nesse faseamento, todos os estabelecimentos liberados pela amarela podem funcionar, mas até as 20 horas (em vez de 22 horas), com até 40% de ocupação e funcionamento de até 8 horas por dia. 

As determinações ocorrem em um momento em que o Estado bate recordes de internações pelo novo coronavírus nas UTIs e terá, a partir desta noite, uma força-tarefa (chamada de "toque de restrição") para autuar e conter aglomerações entre as 23 horas e as 5 horas.

As cidades na fase laranja têm o funcionamento dos serviços não essenciais limitado até oito horas diárias, com atendimento presencial máximo de 40% da capacidade e o encerramento até as 20 horas.

A Prefeitura de Mogi das Cruzes deverá publicar um decreto nesta sexta-feira (26) permitindo que estabelecimentos não essenciais funcionem na modalidade drive-thru e delivery durante a noite e madrugada.. O toque de restrição, que como chamou, é uma das medidas que tentam frear o avanço do novo coronavírus (leia mais).