MENU
BUSCAR
REGIÃO

DAEE conclui desassoreamento no rio Jundiaí

Ações fazem parte do plano preventivo de combate às enchentes no Alto Tietê

O DiárioPublicado em 04/06/2021 às 15:37Atualizado há 11 dias
Trecho do rio Jundiaí   / Foto: divulgação / DAEE
Trecho do rio Jundiaí / Foto: divulgação / DAEE

O Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) concluiu na última semana o desassoreamento para a remoção de areia, terra, lodo e resíduos do rio Jundiaí, na divisa dos municípios de Mogi das Cruzes e Suzano. As máquinas recolheram 38,6 mil m³ de sedimentos em um trecho de três quilômetros, entre a avenida das Orquídeas, na várzea do Tietê, e a rua José Pereira. Os trabalhos foram iniciados em outubro do ano passado e representam um investimento de R$ 4,4 milhões. O volume dragado é equivalente a 15,4 piscinas olímpicas (2,5 mil m³ cada). 

Já no rio Jaguari os serviços de limpeza e desassoreamento foram finalizados no mês de abril, em um trecho de 1,3 mil metros na divisa de Suzano e Itaquaquecetuba, entre a foz junto ao rio Tietê e a estrada do Preju, no bairro Mandi. Com investimento de R$ 1,2 milhões, foram removidos 14,2 mil m³ de sedimentos e vegetação, o equivalente a seis piscinas olímpicas. 

"Estas ações fazem parte de um pacote de desassoreamento em cinco cursos d'água que beneficiam diretamente os municípios de São Paulo, Suzano, Mogi das Cruzes, Guarulhos, Poá e Itaquaquecetuba, e representam um investimento de R$ 10,9 milhões", destaca o superintendente do DAEE, Francisco Eduardo Loducca. 

No ribeirão Lageado, zona lese da capital, o DAEE desassoreou mais de 12 mil m³ de sedimentos em um trecho de mil metros, entre a foz no rio Tietê e a linha férrea da CPTM, na Vila Any, ao longo da rua Serra do Grão Mongol. O volume removido equivale a 4,8 piscinas olímpicas. 

O córrego das Pedrinhas, em Guarulhos, também recebeu o serviço em mil metros do canal, entre o rio Tietê e a rodovia Ayrton Senna. Foram recolhidos 10 mil m³ de sedimentos, o que representa quatro piscinas olímpicas.  

Para o desassoreamento nos trechos dos dois cursos d'água foram investidos R$ 1,3 milhão e R$ 745 mil, respectivamente.  

 Em andamento

O DAEE realiza atualmente a limpeza e o desassoreamento de mil metros do córrego Itaim, no município de Poá, entre a rotatória da avenida Marginal e a rodovia Mogi-Guararema. Serão dragados 13,5 mil m³ de sedimentos, o equivalente a 5,4 piscinas olímpicas. Com investimento de R$ 933 mil, a previsão de conclusão dos trabalhos está prevista para o fim deste ano.  

Próxima etapa

O DAEE iniciará nas próximas semanas o trabalho de limpeza e desassoreamento de 1,5 mil metros do rio Guaió nos municípios de Suzano e Poá, no trecho entre a foz junto ao rio Tietê e a rodovia Mogi-Guararema. Serão removidos cerca de 25 mil m³ de sedimentos, com investimento total R$ 2,3 milhões.  

DAEE - Assessoria de Comunicação 

Rua Boa Vista, 170 - Bloco 5 - 10º Andar 

São Paulo - SP - CEP 01014-000 

Telefone: (11) 3293-8261 / 8262 / 8385 / 8414 / 8475 / 8492 / 8507 / 8508 

email: imprensadaee@sp.gov.br 

www.daee.sp.gov.br 

facebok.com/DAEESP 

ÚLTIMAS DE Cidades