Entrar
Perfil
Ajuda ao próximo

CVV de Mogi busca por voluntários para poder continuar atuando

Interessados em atender no posto mogiano podem se inscrever para o curso preparatório on-line, que acontece nos dias 29 e 30 deste mês.

Larissa Rodrigues
18/01/2022 às 12:03.
Atualizado em 18/01/2022 às 12:10

É possível procurar pelo CVV horas por dia, pelo telefone 188 (Reprodução - Unsplash)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
Ajuda ao próximo

CVV de Mogi busca por voluntários para poder continuar atuando

Interessados em atender no posto mogiano podem se inscrever para o curso preparatório on-line, que acontece nos dias 29 e 30 deste mês.

Larissa Rodrigues
18/01/2022 às 12:03.
Atualizado em 18/01/2022 às 12:10

É possível procurar pelo CVV horas por dia, pelo telefone 188 (Reprodução - Unsplash)

O Centro de Valorização da Vida (CVV) de Mogi das Cruzes realiza nos dias 29 e 30 deste mês, às 13 horas, um curso para os interessados em serem voluntários do programa. As inscrições podem ser feitas pelo e-mail mogi@cvv.org.br – com o assunto ‘quero ser voluntário’ – ou pelo telefone 4722-4111. Já aqueles que precisam de ajuda e querem ser ouvidos podem ligar para o telefone 188.

Demonstrando o interesse para participar do curso, a pessoa já está cadastrada para as aulas. Não existe um limite de vagas. Hoje, o posto mogiano conta com 20 colaboradores e atende na faixa das 18 às 22 horas. A intenção é conseguir completar 60 voluntários para que a unidade possa atender durante as 24 horas do dia.

“Tudo o que precisamos é do interesse dessas pessoas para que a gente possa continuar fazendo nosso trabalho e para que nosso posto não feche as portas. Então, esses voluntários chegando até nós, nós conseguimos desenvolver esse treinamento e continuar funcionando, além de aumentar nosso horário de atuação”, ressalta Nilza Lopes de Assis, que é voluntária e coordenadora do posto de Mogi.

Após esses dois dias de curso on-line, as pessoas terão ainda outras nove semanas de estágio, que também são realizadas de maneira virtual. Passando por isso, é iniciado o trabalho, que pode ser feito de maneira remota ou presencialmente, na unidade que fica na Rua Paulo Ferrari Massaro, 90, na Vila Lavínia.

“É durante essas nove semanas que o voluntário entra em contato com a nossa filosofia e aprende exatamente como atender o outro. Isso significa: sem direcionar, sem aconselhar ou sem pedir para a pessoa fazer qualquer coisa. O nós do CVV fazemos é oferecer uma escuta fraterna, uma escuta amorosa. Nós sabemos que quem nos liga já ouviu que tudo vai dar certo ou que nada como um dia após o outro e não é isso que ela quer ouvir. Ela quer saber que tem alguém para escutar sobre suas dores, alegrias, frustrações e que ouça com atenção, respeito e disponibilidade. Nós somos a ponte entre o desespero e a calmaria”, explica Nilza.

Ligue 188

Você pode conversar com um voluntário do CVV ligando para 188 de todo o território nacional, 24 horas todos os dias de forma gratuita. No telefone, como em qualquer outra forma de contato com o CVV, você é atendido por um voluntário, com respeito, anonimato, que guardará estrito sigilo sobre tudo que for dito e de forma gratuita. Os voluntários são treinados para conversar com todas as pessoas que procuram ajuda e apoio emocional.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por