Entrar
Perfil
INTERESSE JOVEM

Curso de Agronegócio da Fatec de Mogi atrai cada vez mais os jovens

Atualmente, de acordo com levantamento da instituição mogiana, 75% dos alunos têm de 18 a 25 anos; participação das mulheres nos estudos e nesse segmento da economia também cresceu

O Diário
26/06/2022 às 15:48.
Atualizado em 26/06/2022 às 15:48

Estudantes da área de agronegócios da Fatec de Mogi em congresso (Divulgação)

Um campo de muitas oportunidades, literalmente, tem atraído cada vez mais os jovens ao agronegócio, um dos segmentos de sustentação da economia brasileira que mais cresce, mesmo em períodos de crise. Em Mogi das Cruzes, um bom exemplo é o curso de Gestão em Agronegócio da Faculdade de Tecnologia (Fatec) local. 

Hoje, de acordo com levantamento da instituição mogiana, 75% dos alunos têm de 18 a 25 anos. É um cenário diferente de quando o curso começou, em 2008, com a abertura das primeiras turmas, e reflete a tendência no Brasil, e no mundo. A participação das mulheres nos estudos e nesse segmento da economia também cresceu. Na Fatec, o público feminino representa quase a metade do total de estudantes. 

Ensino público gratuito e de qualidade, afinal a Fatec é uma faculdade do governo do Estado, é um dos atrativos. A necessidade de maior qualificação, que aumenta as chances de disputar as melhores posições no mercado de trabalho, é outro diferencial, que também tem levado mais jovens a buscar a formação superior. Ao longo de 13 anos, a Fatec de Mogi formou mais de 600 novos profissionais do agro. 

"O agronegócio não para. Um exemplo é a crise que enfrentamos nos últimos dois anos. É um setor nobre, que alimenta toda a humanidade. Tem muitos empregos no país e excelente remuneração", destacou o professor e coordenador do curso, Elias Ribeiro de Castro. Pesquisa do Ministério do Trabalho mostra, por exemplo, que mais de 150 mil vagas foram abertas no Brasil em 2021, melhor resultado desde 2019.  

O curso tem duração de três anos, um colegiado de professores mestres e doutores reconhecidos pelo mercado e, entre outros atributos, conceito excelente no Ministério da Educação, com nota 4 (na escala de 1 a 5) no Enade, o exame nacional que avalia a qualidade do ensino das universidades e faculdades brasileiras. Atividades práticas, como visitas técnicas a produções diversas, participação dos estudantes em feiras e congressos, entre outras, fazem parte do curso. "É uma forma de colocar os estudantes com contato direto com a realidade e assim prepará-los ainda mais para o dia a dia da profissão que escolheram", destacou o professor Elias.  

Em outubro, por exemplo, estudantes da Fatec mogiana participarão do Youth Movimente Agribusiness (YAMI), maior congresso de jovens do agronegócio da América Latina, que ocorrerá em São Paulo e tem como tema "O agro do mundo para a juventude do Brasil". A instituição mogiana também apresentará o curso ao público do evento por meio da professora Samira Daniele Gardziulis Maia Reis. 

As inscrições para o vestibular do segundo semestre estão abertas até 28 de junho (terça-feira), no site www.vestibularfatec.com.br. São 80 vagas (40 à tarde 40 à noite). A taxa de inscrição é de R$ 91. As provas voltam ao formato presencial e serão aplicadas no dia 17 de julho. Outros cursos oferecidos são: Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Gestão de Recursos Humanos, Logística e Gestão Empresarial (este último em EAD). O campus fica na Rua Carlos Barattino, 908, bairro Nova Mogilar. Mais informações: (11) 4699-2799 e site fatecmogidascruzes.com.br

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por