Entrar
Perfil
MONKEYPOX

Casos de varíola dos macacos saltam para 39 no Alto Tietê e chegam a oito cidades

Maioria é referente a jovens adultos, que se recuperam sem complicações graves; Itaquá lidera número de notificações oficiais, com 14 registros

O Diário
24/08/2022 às 16:54.
Atualizado em 24/08/2022 às 17:01

(Foto: reprodução / redes sociais)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
MONKEYPOX

Casos de varíola dos macacos saltam para 39 no Alto Tietê e chegam a oito cidades

Maioria é referente a jovens adultos, que se recuperam sem complicações graves; Itaquá lidera número de notificações oficiais, com 14 registros

O Diário
24/08/2022 às 16:54.
Atualizado em 24/08/2022 às 17:01

(Foto: reprodução / redes sociais)

As notificações de varíola dos macacos (monkeypox) seguem em alta no Alto Tietê. Quatro semanas após o registro do primeiro caso, a doença já soma ao menos 39 ocorrências confirmadas na região, apontam dados fornecidos pelas Prefeituras. 

Casos da infecção já foram confirmados em oito das 10 cidades que integram o Alto Tietê: Itaquaquecetuba (14), Mogi das Cruzes (7), Suzano (9), Ferraz de Vasconcelos (3), Poá (2), Santa Isabel (1) e Arujá (1). Mais recentemente, a doença também foi confirmada em Biritba Mirim, que divulgou as duas primeiras ocorrências. 

Itaquaquecetuba lidera o ranking regional. Um mês após confirmar o primeiro caso do Alto Tietê, a cidade soma 14 notificações positivas da doença. 

A cidade contabiliza cinco pacientes já curados, 23 casos descartados e 12 em análise, suspeitas de pessoas que apresentaram sintomas leves como febrícula e pequenas manchas no corpo.

Já Mogi das Cruzes tem sete casos confirmados e soma ainda 15 suspeitos, aguardando resultado de exames. Segundo a Prefeitura, todos as notificações positivas são referentes a adultos jovens, com situações estáveis e orientados pelo isolamento domiciliar até total recuperação. O perfil é similar nas demais cidades da região.

Suzano conta com nove ocorrências da varíola dos macacos confirmadas, sendo que quatro pessoas já se recuperaram e cinco seguem em isolamento domiciliar com quadro clínico bom. Há também cinco casos em investigação.

Poá soma duas ocorrências da doença. Ambas referentes a pacientes em em isolamento recebendo  supervisão da Secretaria de Saúde. 

Arujá continua com apenas um caso confirmado da doença; a cidade tem, porém, sete casos suspeitos aguardando resultados e oito descartados.

Santa Isabel também só registrou um caso de varíola do macaco, que é um homem de 42 anos, que se encontra estável e está sendo acompanhado pela equipe de Saúde, segundo informado pela Prefeitura. 

Guararema, Ferraz de Vasconcelos e Salesópolis não responderam o questionamento de O Diário na tarde desta quarta-feira (24). 

Vacina

O Ministério da Saúde protocolou junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), na noite dessa terça-feira (23), o pedido de análise da vacina para a prevenção da varíola dos macacos, com a dispensa de registro.

“Na avaliação, a Agência irá considerar as diretrizes regulatórias estabelecidas na Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 747, de 19 de agosto de 2022, e o fato de a Vacina Vírus Ankara Modificado, vacina jynneos, do fabricante Bavarian Nordic, ter sido avaliada por autoridades reguladoras estrangeiras equivalentes à Anvisa (AREE)”, informou a Anvisa (leia mais).

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por