Entrar
Perfil
PAUTA VAZIA

Câmara de Mogi não votou projeto importante para a cidade neste mês

Nas últimas semanas as sessões têm sido rápidas, sem matérias de relevância para o município, apesar de ter diversos projetos tramitando pelas comissões da Casa.

Silvia Chimello
21/09/2022 às 07:12.
Atualizado em 21/09/2022 às 08:25

São mais de 60 projetos de lei de vereadores e do prefeito que tramitando pela Casa (Divulgação)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
PAUTA VAZIA

Câmara de Mogi não votou projeto importante para a cidade neste mês

Nas últimas semanas as sessões têm sido rápidas, sem matérias de relevância para o município, apesar de ter diversos projetos tramitando pelas comissões da Casa.

Silvia Chimello
21/09/2022 às 07:12.
Atualizado em 21/09/2022 às 08:25

São mais de 60 projetos de lei de vereadores e do prefeito que tramitando pela Casa (Divulgação)

A sessão realizada pela Câmara de Mogi nesta terça-feira (20) começou com 45 minutos de atraso e durou cerca de 40 minutos, sem nenhum projeto na pauta do dia. Foram votados apenas uma moção de aplauso a uma banda de música da cidade e as indicações feitas pelos vereadores sobre zeladoria para a cidade.

O atraso ocorreu porque alguns vereadores estavam em outro compromisso realizado no Taboão com a presença do secretário estadual de Transportes, João Otaviano Neto, que foi ao local para anunciar o início da obra de construção do acesso na rodovia Ayrton Senna que vai facilitar o acesso ao distrito industrial. Essa é uma antiga reivindicação da cidade para o desenvolvimento do potencial de atração de empresas, como destacou o vereador Pedro Komura (PSDB), ao final da sessão.

Em setembro só foi aprovado um projeto de lei de título de cidadania, além de moções de indicações. Desde o início deste mês, os parlamentares não votam projetos importantes para o município, apesar de ter mais de 70  deles tramitando pelas comissões permanentes da Casa, onde seis dos 23 vereadores estão em campanha como candidatos a deputados estadual e federal nessas eleições: o presidente da Câmara, Marcos Furlan (PODE), e os vereadores Clodoaldo de Moraes (PL), Fernanda Moreno (MDB), Inês Paz (PSOL), Juliano Botelho (PSB) e Marcelo Brás (PSDB)

Segundo consta no site da Câmara, estão na fila de espera 17 projetos de lei do prefeito Caio Cunha (PODE) sobre diversos assuntos: incentivo ao desenvolvimento econômico, lei de acesso à informação, fura fila zero nas áreas de educação e saúde, programa de geração de emprego, convênios que precisam ser renovados para repasse de recursos nas páreas de saúde, esportes, transportes, Fehidro, entre outros.

Tem também mais de 50 projetos de lei de autoria dos vereadores sobre temas variados em tramitando nas comissões.

Homenagem

A moção que faz a homenagem à Associação dos Regentes de Fanfarras e Bandas de Mogi das Cruzes (Afabamc) pelos seus 25 anos de atividades é de autoria do vereador Osvaldo Silva (REP).

Trata-se de uma entidade sem fins lucrativos de caráter educacional, cultural, assistencial e filantrópico, que conta atualmente com a participação de 16 mil alunos da cidade. “É um trabalho importante porque além promover a educação musical, forma cidadãos”, enfatizou o parlamentar.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por