Entrar
Perfil
DICAS DE SEGURANÇA

Bituca de cigarro pode provocar incêndio de grandes proporções nas rodovias

De acordo com a Artesp, ao se deparar com um incêndio florestal ou situação de queimada na rodovia, o condutor deve avisar imediatamente o Corpo de Bombeiros; veja dicas

O Diário
18/07/2022 às 15:46.
Atualizado em 18/07/2022 às 16:25

(Foto: divulgação / Artesp)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
DICAS DE SEGURANÇA

Bituca de cigarro pode provocar incêndio de grandes proporções nas rodovias

De acordo com a Artesp, ao se deparar com um incêndio florestal ou situação de queimada na rodovia, o condutor deve avisar imediatamente o Corpo de Bombeiros; veja dicas

O Diário
18/07/2022 às 15:46.
Atualizado em 18/07/2022 às 16:25

(Foto: divulgação / Artesp)

Mogi das Cruzes vive dias secos e com poucas chuvas. Nesta época do ano, ficam mais comuns os registros de queimadas no município. Os focos de incêndio na vegetação próximo às rodovias são um desafio, já que o longo período de estiagem deixa o mato propício para o alastramento do fogo. Por sua vez, os incêndios atrapalham o tráfego e a fumaça dificulta a visibilidade dos motoristas, o que afeta diretamente a segurança viária.

A Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) e as concessionárias ligadas ao Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo informam que reforçam as ações para alertar os motoristas e usuários dos perigos de se jogar bituca de cigarro pela janela do veículo. 

Exemplo de medidas prevantivas são placas que deixam claro o "tempo seco" e pedem por favor à população, para que não joguem lixo ou incentivem focos de incêndio em meio a áreas de mata, como à margem de determinados pontos da avenida Francisco Rodrigues Filho, em Mogi.

Além disso, por meio de seus canais de comunicação, as concessionárias publicam mensagens de alerta aos motoristas e usuários sobre os cuidados a serem tomados durante este período de estiagem, quando o mato está seco e propaga mais facilmente o fogo.

Como destaca, jogar as bitucas pode parecer inofensivo. O ato, porém, pode ter grandes consequências e provocar queimadas

Dicas

De acordo com a Artesp, ao se deparar com um incêndio florestal ou situação de queimada na rodovia, o condutor deve avisar imediatamente o Corpo de Bombeiros (193) ou a Defesa Civil (199), e também pode ligar para o número 0800 da concessionária responsável pela rodovia (veja aqui o número de cada uma delas). Ao informar a ocorrência, citar detalhes, como a exata localização do foco de incêndio, auxiliando as equipes de socorro a chegar ao local a tempo para conter as chamas. Além disso, ao cruzar áreas com visibilidade prejudicada, é importante que o motorista adote medidas de segurança, tais como: 

- Fechar os vidros do veículo; 

- Trafegar com farol baixo aceso; 

- Não se aproximar da ocorrência; 

- Não parar na faixa de rolamento;

- Manter distância segura do veículo da frente; 

- Não ligar o pisca-alerta com o veículo em movimento;  

Aumento de casos

De janeiro a junho deste ano, foram atendidas nas rodovias concedidas 2.380 ocorrências de incêndio na mata, de acordo com dados do Centro de Controle de Informações (CCI) da Artesp. Não foram divulgados dados apenas para a região do Alto Tietê. 

Em relação ao ano passado, houve redução de cerca de 20%, considerando o mesmo período: no primeiro semestre de 2021 foram 2.998 casos. Em casos de incêndio, o Corpo de Bombeiros é acionado e uma viatura de inspeção da concessionária dá toda orientação aos motoristas, para que a segurança viária seja mantida. 

"A agência reguladora trabalha diuturnamente em parceria com as concessionárias para garantir as boas condições de segurança dos usuários e preservar o meio ambiente", explicou Milton Persoli, Diretor-geral da ARTESP.

Além disso, os serviços de poda, limpeza de detritos, manutenção de aceiros e roçadas são realizados regularmente nas vias e faixas de domínio, ações estas que colaboram para a diminuição das queimadas.

É importante lembrar que as causas das ocorrências são sempre investigadas pelos órgãos competentes, garante a Artesp.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por