Entrar
Perfil
BRASÍLIA

Bertaiolli é eleito presidente da Comissão de Finanças na Câmara

Aprovado por unanimidade, o deputado federal e ex-prefeito de Mogi já presidirá a próxima reunião de trabalho do colegiado, que tem peso nas decisões econômicas e tributárias do país, na quarta-feira (4)

O Diário
27/04/2022 às 15:11.
Atualizado em 27/04/2022 às 15:12

Eleição para a presidência da Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados ocorreu nesta quarta-feira (27) (Divulgação/Assessoria MB)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
BRASÍLIA

Bertaiolli é eleito presidente da Comissão de Finanças na Câmara

Aprovado por unanimidade, o deputado federal e ex-prefeito de Mogi já presidirá a próxima reunião de trabalho do colegiado, que tem peso nas decisões econômicas e tributárias do país, na quarta-feira (4)

O Diário
27/04/2022 às 15:11.
Atualizado em 27/04/2022 às 15:12

Eleição para a presidência da Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados ocorreu nesta quarta-feira (27) (Divulgação/Assessoria MB)

O deputado federal Marco Bertaiolli (PSD-SP) foi eleito presidente da Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados. Considerado um importante colegiado da casa, o grupo tem como atribuições debater e avaliar todas as proposições referentes ao sistema financeiro nacional, mercados, seguros, aspectos financeiros e orçamentários públicos que impliquem em aumento ou diminuição de receitas e despesas públicas, entre outros. A eleição de Bertaiolli foi por unanimidade.

Bertaiolli assumirá o cargo que estava nas mãos do deputado Júlio César de Carvalho Lima após dois anos de mandato. “É uma com muita honra e um imenso sentimento de responsabilidade que recebo essa incumbência das mãos do deputado e meu amigo Júlio Cesar, que realizou um importante trabalho à frente da Comissão de Finanças e Tributação, marcando seu mandato pela defesa da geração de emprego e renda à população”, disse Bertaiolli, logo após o anúncio da sua eleição.

A próxima reunião de trabalho da CFT será na quarta-feira que vem, dia 4 de maio. “Temos muito trabalho pela frente. A economia começa a dar sinais de recuperação e é fundamental que tenhamos organização e foco no implementação de ações que contribuam para o fortalecimento econômico e social do nosso País, principalmente no que diz respeito à geração de empregos”.

Deputado federal pela primeira vez, Bertaiolli salienta que a comissão tem a função de analisar e debater importantes projetos e medidas que visem o crescimento do País. “O maior desafio é encontrar os caminhos que contemplem esse desenvolvimento dentro de um sistema simplificado, menos burocrático e que dê segurança e previsibilidade para os investidores continuarem a produzir e gerar emprego”, afirma o parlamentar que tem colocado como um grande desafio “aproximar o Brasil das leis, do Brasil real, das pessoas”.

Desde que assumiu o mandato, em 2019, Bertaiolli assumiu a defesa das micro e pequenas empresas e o fomento de novos negócios, com foco na geração de empregos. “Vivemos dois anos de pandemia econômica, mais de 14 milhões de pessoas estão desempregadas; muitas delas estão migrando para os pequenos negócios e, por isso, é fundamental o incentivo a estas duas vertentes da economia: o negócio próprio e o emprego formal”.

Outros ramos de atuação do ex-prefeito de Mogi das Cruzes estão nos trabalhos como relator ou autor dos projetos que julga fundamentais para o desenvolvimento econômico e social do Brasil. Entre eles, estão a Lei do Ambiente de Negócios, que desburocratizou e simplificou diversas leis e normas; a Lei da Liberdade Econômica, a Lei do Contribuinte Legal e a nova Lei das Entidades Filantrópicas que assegurou a imunidade tributária para entidades de assistenciais social, da área da educação, hospitais filantrópicos e Santas Casas.

Bertaiolli também é o presidente da Frente Parlamentar do Empreendedorismo (FPE), em Brasília, que reúne parlamentar, senadores, representantes de entidades e empreendedores num grande grupo técnico de trabalho e debates. “Todo esse trabalho se interliga e se funde em determinados momentos para que esse País volte a ser uma grande Nação e tenha o reconhecimento que merece”, disse.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por