MENU
BUSCAR
EDUCAÇÃO

Agenda para vacinar professores começa amanhã e depende de estoque

Profissionais com mais de 18 anos das redes estadual e particular devem obter o QR Code, no Vacine Já, para ser agendado em Mogi

Eliane JoséPublicado em 10/06/2021 às 19:28Atualizado há 3 meses
Divulgação
Divulgação

A Prefeitura de Mogi das Cruzes abre nesta sexta-feira (11), às 14 horas, o agendamento para os profissionais das redes particular e estadual de ensino, com mais de 18 anos, tomarem a primeira dose da vacina contra a Covid-19.  A informação havia sido divulgada nesta manhã por O Diário. A imunização desse grupo deverá começar a partir de segunda-feira, de acordo com a Secretaria Municipal de Educação.

Até o momento, 7.310 pessoas que trabalham em escolas e creches começaram a ser imunizados, sendo que 4.414 receberam a primeira aplicação, e 2.896 a segunda dose.

O atendimento aos trabalhadores, acima dos 18 anos, e que atuem em toda a rede, foi antecipada pelo Governo do Estado de São Paulo para esta sexta-feira (10). Em Mogi das Cruzes, a cidade já havia adiantado o atendimento apenas aos trabalhadores municipais de escolas e creches próprias e subvencionadas.

Para fazer o cadastro e definir a data, horário e o endereço do recebimento do imunizante, os profissionais de educação precisam obter o QR Code de autorização no site do Vacine Já, do Governo do Estado (www.vacinaja.educacao.sp.gov.br), Depois disso, o cidadão deverá receber uma autorização por e-mail, onde deve constar o QR Code e o município de vacinação. Se a cidade for Mogi das Cruzes, o atendimento será feito na cidade.

Importante lembrar que os agendamentos só ficam disponíveis no site enquanto há doses ou disponibilidade de horários. 

Se o interessado entrar no sistema, e a informação que aparecer for “Aguarde a liberação de agendamento” é porque todos os horários já foram preenchidos e não há mais vacinas disponíveis. “Caso isso ocorra, é preciso aguardar a chegada de uma nova remessa do imunizante para os públicos específicos, para que seja feita a divulgação em nossos canais oficiais e, então, reaberto os agendamentos”, informa a Prefeitura.

A imunização do grupo estava prevista para ser concluída no final de julho em todo o Estado. As mudanças do calendário de atendimento foram anunciadas pelo governador João Doria, na coletiva de imprensa, sobre o Plano São Paulo, na quarta-feira (8).

Os trabalhadores contemplados de 18 a 44 anos correspondem a um grupo de 363 mil pessoas no Estado. A vacina já estava disponível a outros 400 mil profissionais da educação de São Paulo acima de 47 anos desde o dia 10 de abril passado.

Antes da abertura do atendimento aos maiores de 18 anos, o grupo a ser atendido incluía as pessoas acima de 45 e 46.

A ampliação da oferta de vacinas, no entanto, possibilitou  esse remanejamento nas datas, que atende uma reivindicação da categoria profissional que está voltando às aulas presenciais, desde maio passado.

Antecipação

Em Mogi das Cruzes, em uma decisão anunciada após um acordo com o Ministério Público, a Prefeitura decidiu antecipar o atendimento a professores,  merendeiras e outros trabalhadores da Educação da rede municipal desde 4 de junho.

A medida foi anunciada como uma ação para garantir a segurança no retorno gradual das aulas.

Agora, com o agendamento de novos grupos prioritários, toda a categoria da educação, passará a ter acesso à primeira dose do imunizante. Antes dessa antecipação, entidades sindicais se preparavam para ingressar com uma ação, no Ministério Público, exigindo que a Prefeitura de Mogi das Cruzes equiparasse o assistência a toda a rede pública e particular.

Apesar da boa notícia, importante reforçar que a vacinação atenderá conforme a disponibilidade do imunizante.

ÚLTIMAS DE Cidades