Entrar
Perfil
SOCIAL

Ação de novo santuário ajuda 60 famílias da Vila Estação

Moradores recebem cestas básicas e agasalhos entregues pelo padre Jonatas DIniz, que leva orações ao local todos os sábados

Carla Olivo
22/06/2022 às 16:10.
Atualizado em 22/06/2022 às 16:38

Padre Jonatas visita a Vila Estação todas as tardes de sábado, levando donativos e orações (Arquivo Pessoal)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
SOCIAL

Ação de novo santuário ajuda 60 famílias da Vila Estação

Moradores recebem cestas básicas e agasalhos entregues pelo padre Jonatas DIniz, que leva orações ao local todos os sábados

Carla Olivo
22/06/2022 às 16:10.
Atualizado em 22/06/2022 às 16:38

Padre Jonatas visita a Vila Estação todas as tardes de sábado, levando donativos e orações (Arquivo Pessoal)

A comunidade do bairro Vila Estação, antiga Favela do Gica, em Braz Cubas, é atendida todas as tardes de sábado por uma missão comandada pelo padre Jonatas Pereira Diniz, do Santuário Nossa Senhora Desatadora dos Nós, recentemente instalado no distrito. 

Cerca de 60 famílias do local recebem cestas básicas montadas pelo santuário com ajuda de doações. No último sábado (18), o sacerdote levou ao moradores, além dos alimentos, peças de roupas novas, fornecidas por lojas, e usadas em bom estado, doadas pelos devotos.

"Nesta missão, além dos adultos, dezenas de crianças são abençoadas e Deus fala poderosamente na vida de cada um deles. A imagem milagrosa de Nossa Senhora Desatadora dos Nós visitou a cada um e a transformação está acontecendo. Também levamos orações a todos que precisavam", conta o padre.

Jonatas conta que a ação social atende a uma solicitação do bispo diocesano, dom Pedro Luiz Stringhini, que na inauguração do novo templo, pediu que estas pessoas fossem acolhidas. "Ele quer que o santuário se torne um ponto de referência para elas. Eu não posso dizer a Deus, que não vejo, se não amo o irmão a quem vejo, então, iniciamos este trabalho, assumindo o chamado que Jesus nos fez e enviados pelo bispo", relata.

O sacerdote também enfatiza que dom Pedro quer que o serviço social seja levado às famílias que vivem na área ocupada na Vila São Francisco.

"O objetivo é levar conforto espiritual e humano para provocar uma transformação social na comunidade mogiana. Muitas destas pessoas nem conhecem ainda Jesus Cristo e a Igreja Católica. Outras nem sequer foram batizadas, não apenas as crianças, mas muitos adultos também", explica, acrescentando que os padres da Diocese de Mogi realizam este trabalho a pedido do bispo, que sempre que possível também visita as comunidades mais necessitadas da cidade.

O santuário recebe missas de cura e libertação todas as quintas-feiras, às 1930, e sábados, às 19h, que recebem caravanas vindas de vários pontos, como Paraná, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Ceará e São PAulo. Aos domingos, acontece a celebração convencional, às 18 horas.

A área de 15 mil metros quadrados onde foi construída o santuário, inaugurado no último dia 19 de maio, foi cedida pelos empresários Fumio Horii e Hissao Horii. O projeto arquitetônico também é doação, desta vez, do arquiteto Ciro Pirondi, diretor da Fundação Oscar Niemeyer, a partir da intermediação do presidente da 17ª Subsecção da OAB de Mogi das Cruzes, Dirceu do Valle. 

A proposta para o local, que teve a pedra fundamental do santuário definitivo lançada no dia da inauguração do templo provisório, inclui a construção de uma igreja principal e duas capelas - uma em louvor a São Francisco de Assis, padroeiro da ecologia -, e outra a Santo Ivo, padroeiro dos advogados, promotores e juízes. 

Quem tiver interesse em colaborar com a obra pode fazer sua doação para a Associação Privada de Fiéis Nossa Senhora Desatadora dos Nós, por meio de transferência, depósito ou PIX no Banco Santander, agência 4415, conta-corrente 130.044.307, Chave PIX: 41237054/0001-52 (CNPJ), em nome da própria associação. 

Aqueles que preferirem colaborar pessoalmente poderão levar sua doação ao santuário, especificando no envelope, como destino, a obra, que tem previsão para ficar pronta em no máximo 10 anos.

Mais informações também podem ser obtidas pelos telefones (11) 9-9309-5074 e 9-4456-5642 ou no email: santuariodesatadoradosnosmogi@gmail.com.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conoscoConteúdo de marcaConteúdo de marca
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por