MENU
BUSCAR
Plugado

Jornalistas comandam podcast com temas ao público LGBTQIAP+

O primeiro convidado famoso foi um Senador da República, o capixaba Fabiano Contarato (REDE-ES), primeiro Senador assumidamente gay eleito no Brasil

Filipe AlmeidaPublicado em 04/09/2021 às 11:56Atualizado há 24 dias

O publicitário e analista comercial Átila Carmo está comemorando a repercussão positiva e a aquisição de novos seguidores do perfil @pocsnews, criado por ele no início da pandemia. A proposta é informação, entretenimento e ativismo LGBTQIAP+.

O guarulhense de 32 anos, que atualmente mora em Mogi das Cruzes, estava com tempo livre e aproveitou a formação em Comunicação Social para dialogar com essa população, da qual também faz parte. Inicialmente, ele considerava algo bem despretensioso, mas o crescimento veio mais rápido do que esperava.

Esse sucesso fez com que ele pensasse na criação de um “podcast” segmentado para esse público. Há três meses, ele convidou dois amigos jornalistas para fazerem parte do novo projeto: Renato de Almeida, de Mogi das Cruzes e Igor Martins, de Rio Branco, no Acre.

“O nosso primeiro convidado famoso foi um Senador da República, o capixaba Fabiano Contarato (REDE-ES), primeiro Senador assumidamente gay eleito no Brasil. E nessa entrevista contamos com a participação do diretor de redação do site BuzzFeed e apresentador da TV Gazeta, Fernando Oliveira, o Fefito”, falou orgulhoso para a coluna.

O perfil do Instagram também conta com seguidores ilustres como o mexicano e ex-RBD Christian Chávez e a apresentadora Astrid Fontenelle, do canal GNT

ÁTILA CARMO, PULBICITÁRIO E ANALISTA COMERCIAL     “Acredito que o ponto principal em falar sobre assuntos LGBTQIAP+ é a representatividade, pois consequentemente faz com que essa nova geração não sofra o que sofremos em uma adolescência sem internet, jornais, revistas e televisão que abordassem o assunto de forma didática e humanizada. Costumamos falar que cada episódio gravado é uma sessão ‘terapia’, porque nos faz muito bem”

 RENATO DE ALMEIDA, JORNALISTA E SERVIDOR PÚBLICO     “O Brasil é muito conservador e preconceituoso e parte deste preconceito vem da falta de informação e de contato com as pautas da comunidade LGBTQIAP+. Por isso é muito importante aproveitarmos o espaço que a internet nos dá, no nosso caso através do podcast, para debatermos assuntos mais diversos, dando voz a existências diversas!”

 IGOR MARTINS, JORNALISTA E DRAG QUEEN     “A importância de falar sobre esses assuntos, em primeiro lugar, é de naturalizar nossas existências. Em segundo lugar, também ser mais uma referência que, por exemplo, eu e os meninos não tínhamos tanto na nossa juventude, para entendermos melhor quem somos.”